Sem categoria

Youtuber lista 5 sinais que você vive cega por padrões e dá lição de autoestima

Publicado em

Você sente que não é boa o suficiente, que a culpa de tudo é sua e que ainda precisa ter um corpo de um formato X para ser feliz? É com essa descrição que a youtuber e jornalista Alexandra Gurgel, de 30 anos, publicou, nesta semana, em seu canal do Youtube – denominado ALEXANDRISMOS e que conta com quase 520 mil seguidores -, um vídeo em que dá uma verdadeira lição de autoestima
.


A youtuber Alexandra Gurgel lista cinco sinais que indicam que você vive uma vida cega de padrões e fala sobre autoestima
Reprodução/Instagram/alexandrismos

A youtuber Alexandra Gurgel lista cinco sinais que indicam que você vive uma vida cega de padrões e fala sobre autoestima

No conteúdo, a influenciadora adepta do movimento body positive
traz cinco sinais que indicam que você vive uma vida cercada de padrões impostos pela sociedade. Além disso, ela transmite algumas mensagens inspiradoras para ajudar na construção da autoestima
de muitas mulheres – principalmente para quem está insatisfeita com o corpo. Confira.

1. Não se sente boa o suficiente

Você acha que nunca vai ser boa o suficiente para conseguir alguma coisa, conseguir aquele emprego, um namorado, fazer amizade, aquele intercâmbio que você tanto quer, entrar na faculdade ou conseguir aquele estágio que está sonhando? Nunca se sente capaz e acha tem mérito para conseguir algo? Isso é um sinal. Fique alerta
.”

2. Acha que a culpa de tudo é sua

Sofreu assédio? A culpa é sua que usou roupa curta. Quem mandou ir com essa roupa para o trabalho? Quem mandou sair assim na rua? Quem mandou beber? Comeu uma refeição inteira? Por isso que é gorda. Entrou em um relacionamento abusivo? Claro, não sei escolher as pessoas. Eu sou péssima. O cara te bateu? Também, quem mandou deixar ele estressado? Fui eu que estressei ele. Fui eu que tirei ele do sério. Tudo de errado que acontece a culpa é sua. E você nunca tá feliz, né
?”

3. Acredita que precisa chegar lá

Acha que a sua vida não é boa, que a de todo mundo é melhor que a sua, que o pessoal do Instagram está felizão e que você precisa chegar lá? O que é chegar lá para você? Pensando em corpo, é chegar lá e encontrar o corpo tal. Chegar lá é quando tiver aquele corpo e você sempre tá querendo chegar em algum lugar. Só que nunca é o lugar em que você está.

Nunca está satisfeita com nada em sua vida porque acha que precisa chegar em algum outro lugar para ser melhor. E o que que é chegar lá? Onde é que é o fim da linha? Quando é que a gente está lá? E como a gente se mantém nesse lá sem pirar? Então, você quer de qualquer forma mudar a sua vida para chegar em um determinado lugar que você não sabe o que é, mas tem certeza que não é onde você está agora
.”

Leia mais:  Marina Ruy Barbosa exibe bumbum e Tata Werneck dispara: “Entendi a indireta”

4. Só faz planos para a vida quando chegar lá

A sua vida só vai começar quando você estiver nesse lugar. Só quando tiver o corpo
perfeito vou à praia
. A gente acredita que a nossa vida só vai começar depois que a gente for diferente, seja na aparência ou na cabeça. Jogam para nós o tempo todo que a gente tem que ser daquela determinada forma. Se não for assim, tá tudo errado. Acreditamos que a vida só vai acontecer quando a gente chegar lá. Isso que te vendem o tempo inteiro

.”

5. Você usa a opinião dos outros como um filtro a seu respeito

Você deixa que os outros definam como você vai se sentir? O seu bem-estar é definido pela opinião dos outros. Ela importa muito para você? Deixa de vestir algo pensando que alguém vai olhar para e pode achar alguma coisa ou outra?

Deixa de usar certa roupa pensando que vai ter um monte de gente te julgando pelo formato do seu corpo ou como você vai aparecer e se apresentar? Já perdeu as contas de quantas vezes preferiu ficar em casa do que sair e ter que lidar com comentários
de familiares ou de pessoas a seu respeito?”

Youtuber dá lição de autoestima


No final do vídeo,  após listar os sinais, a youtuber Alexandra Gurgel dá uma verdadeira lição de autoestima para as mulheres
Reprodução/Instagram/alexandrismos

No final do vídeo, após listar os sinais, a youtuber Alexandra Gurgel dá uma verdadeira lição de autoestima para as mulheres

Em certo momento, Alexandra diz que, se você tem algum desses sinais, provavelmente está cega por um dos padrões impostos pela sociedade. No depoimento, ela explica que tudo isso é capaz de ferir a autoestima, machucar e colocar a pessoa para baixo, fazendo-a se odiar – e olhar para o corpo e achar que ele está errado.

Leia mais:  Deborah Secco surge morena no SPFW e conscientiza sobre doença crônica

De acordo com a youtuber, é possível desconstruir esses conceitos e mudar a vida. “Você não precisa chegar a lugar nenhum e nem agradar ninguém. Só precisa se olhar e se tratar com amor, carinho e cuidado. Você é livre para ser do jeito que quiser. Entenda que ser você mesma e se desvencilhar cada vez mais do outro e do que estão pensando vai fazer de você uma mulher cada vez mais feliz, completa, plena e livre de padrões”, orienta. 


Em post publicado no Instagram, Alexandra fala sobre a relação com seu corpo e a questão da autoestima na mulher
Reprodução/Instagram/alexandrismos

Em post publicado no Instagram, Alexandra fala sobre a relação com seu corpo e a questão da autoestima na mulher

Questões corporais é um assunto frequente nas redes sociais de Alexandra. No começo de fevereiro, ela publicou uma foto de biquíni e falou sobre os anos em que se machucou para tentar ter um “corpo perfeito”. “Em 2012, eu fiz uma lipoescultura. O médico tirou nove litros de gordura do meu corpo, dois a mais do que o permitido, e os injetou em partes que não tinham gordura e ‘deveriam ter’, como meu quadril e glúteos”, começa.

A youtuber diz que, após o procedimento, uma fita foi colocada em sua cintura para apertá-la, mas isso a deixou com uma fibrose empedrada. Ela conta que doeu bastante e sua barriga ficou deformada. “Eu tive o privilégio de fazer uma cirurgia estética, algo que muitas mulheres sonham e buscam, e só tenho a dizer pra você: cuidado. Cuidado mesmo. O seu corpo não é uma máquina. Não é uma lata velha para você ficar consertando”, continua.

“Talvez se eu não tivesse feito a lipo, meu corpo hoje fosse mais saudável, sem essa fibrose e as marcas de uma época que eu me odiei. Mas elas estão aqui para mostrar que mesmo que eu tenha me rendido ao padrão, não existe nada mais forte do que o amor próprio. Ame-se primeiro, segundo e terceiro antes de tomar qualquer decisão que possa arriscar sua vida e/ou causar sequelas. Opte por você, pela sua saúde mental e física”

Em seguida, ela fala sobre o que aconteceu com seu corpo.  Eu ‘cheguei lá’ por meio da cirurgia, fiquei ‘perfeita’, mas com tantas consequências, com uma cinta que me machucava, com horas de drenagem e radiofrequência e só ouvia do médico ‘você não pode engordar de maneira alguma senão estraga tudo’. Meu corpo voltou ao formato que era antes
. Eu estraguei tudo. E foi o melhor estrago da minha vida”, finaliza a lição de autoestima
.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Deborah Secco surge morena no SPFW e conscientiza sobre doença crônica
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Senado ampliou auxílio de R$ 600; veja o que mudou e saiba quem tem direito

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana