Várzea Grande

Várzea Grande divulga sorteados para 1000 casas do Colinas Douradas I e II

Publicado em

As 1.000 casas dos Residenciais Colinas Douradas I e II que tiverem seu sorteio formalizado no último sábado, 23, pela Loteria Federal, já tem os nomes dos possíveis contemplados conhecidos. Este é o segundo Residencial entregue pela administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos que em 2016 inaugurou 1.281 casas do Residencial São Benedito, este financiado pelo Banco do Brasil.

Quando assumiu em 2015, cinco residenciais com cerca de 5 mil casas estavam com suas obras paralisadas, por causa de problemas com as empresas construtoras que venceram as licitações.

“Todo um trabalho teve que ser realizado para que as construtoras em dificuldades financeiras, fossem dispensadas ou retomassem as obras. Minha satisfação é poder atender as pessoas que necessitam de um lar para segurança de sua família”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Ela lembrou que espera ainda em 2019, promover a entrega do terceiro residencial, o Santa Barbara I, II, III, IV e V etapas com 1.440 unidades,

Além dos 1.000 contemplados, outros 500 que fazem parte do cadastro de reserva também tiveram seus nomes divulgados. No caso, de algum sorteado não cumprir as exigências da Caixa Econômica Federal, ele será então substituído por aqueles do cadastro de reserva.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, José Roberto Castro Pinto, essa divulgação é a penúltima etapa, antes da assinatura dos contratos dos sorteados com a Caixa Econômica Federal. “Agora é preciso que os sorteados, apresentem os documentos necessários para estarem aptos a assumirem seus financiamentos e suas residências”, disse o titular da Secretaria de Várzea Grande.

Leia mais:  Lançada campanha de incentivo ao Fundo Municipal da Infância e Adolescência 2019 em Várzea Grande

José Roberto assinalou que todo o processo de retomada das obras, pré-seleção dos inscritos até o sorteio, seguiu um rito definido em portarias e recomendações tanto do Ministério das Cidades, como do Ministério Público Federal e do agente financeiro, no caso a Caixa Econômica Federal – CEF.

“Apesar de parecer um sorteio complicado, já que utiliza os resultados da Loteria Federal, na realidade, o resultado busca a segurança jurídica e garantia de que o sorteado é que poderá entregar seus documentos e se tornar proprietário do imóvel”, frisou o secretário.

José Roberto Castro Pinto, assegurou ainda que no portal VGHABITA que se encontra no site da prefeita de Várzea Grande (www.varzeagrande.mt.gov.br) se encontra toda a regra, os ditames, os sorteios e a sistemática para se saber através dos números da Loteria Federal que é da Caixa Econômica Federal – CEF, quem foram os sorteados que a partir de agora terão que comparecer a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico de Várzea Grande, no setor Habitação para a entrega dos documentos que serão encaminhados para a Caixa Econômica Federal.

O prazo para o comparecimento é de 11 de março a 12 de abril deste ano no horário das 8 às 12 e das 14 as 18 horas, no endereço Av. Castelo Branco 1.530, próximo a Prefeitura de Várzea Grande.

Leia mais:  ‘Pão e Leite’ reforçam alimentação matinal de famílias de Várzea Grande

O sorteio das referidas casas seguiu regra definida pelo Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal e seguiu ritos apreciados pelo Ministério Público Federal e foram subdivididos em três grupos, mais as Pessoas com Deficiência – PCD e Idosos.

Das 1.000 casas, 119 casas foram separadas e atenderam 113 famílias que viviam em área de risco e 06 famílias com crianças com microcefalia.

Das 881 restantes, 60% foram para os inscritos no Grupo I que são aquelas pessoas que atenderam de quatro a seis critérios. 25% para o Grupo II eu exige de dois a três critérios e 15% para o grupo III com um critério. PCD ficou com 3% e Idosos 10%.

Os critérios estabelecidos foram:

·      Mulher chefe de Família;

·      PCD – Pessoas com Deficiência;

·      Idoso;

·      Residente em Várzea Grande mais de 5 anos;

·      Inscrições no Minha Casa, Minha Vida posterior a 2009;

·      Famílias com mais filhos.

Confira no anexo a lista dos contemplados pelo residencial:

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook
Advertisement

Várzea Grande

Prefeitura de Várzea Alegre monta estrutura para retomada da Festa de Agosto

Published

on

Estão acelerados os preparativos para a Festa de Agosto 2022 em Várzea Alegre, de 21 a 31 deste mês.

A Prefeitura de Várzea Alegre iniciou a montagem do Barracão Cultural Poeta Francisco de Sousa Sobrinho e das tendas na Av. Luiz Afonso Diniz no último sábado, 13 de agosto.

Segundo Maria Luiz Sátiro, que responde pelo NAT – Núcleo de Administração Tributária, a previsão é que a montagem das tendas seja concluída nesta terça-feira, 16 de agosto.

O Barracão Cultural terá área de 700 metros quadrados e esse ano, na 18ª edição, trabalhará o tema “Louceiras – o barro em mãos talentosas”, segundo informou Toinha Pereira – secretária de Cultura e Turismo de Várzea Alegre.

De acordo com Maria Luiza, este ano estão sendo instaladas 40 tendas para venda de bebidas e comidas e 4 barracas para venda de drinks, com trabalhos de 31 barraqueiros.

Como novidades, este ano terá uma barraca especializada na venda de doces e a plataforma 360º como destaque de mídia.

Quanto aos preços que os comerciantes pagaram para negociar durante a festa, a tenda com área 5×5 teve investimento de R$ 1.000,00, área 3X3, R$ 600,00 e com área 2X2, R$ 500,00.

Leia mais:  Cachorro vai brincar no mato e acha braço humano em decomposição em VG

Para abastecer de bebidas esses comerciantes, a Prefeitura fechou parceria com uma empresa de Várzea Alegre, o que evita exclusividade de produto e os comerciantes terão liberdade para vender diversas marcas de cerveja.

Parque de diversões

Com chamada pública feita pela Prefeitura de Várzea Alegre, o Parque de Diversões Recife, por melhor oferta, pagou antecipadamente a soma de R$ 30 mil, dinheiro depositado na conta da Prefeitura, para uso do espaço público. A montagem do parque deve começar dia 18 de agosto.

Moradores

Os moradores da Av. Luiz Afonso Diniz e das ruas José Correia Sobrinho, Profa. Socorro Rolim e Murilo Ribeiro, que têm as frentes e garagens de suas casas tomadas pelas instalações das tendas, em entendimento com a Prefeitura, estacionam seus veículos automotores em terreno fechado e com vigilância, no Alto Santo Center.

Xand Avião

Fora do circuito da Av. Luiz Afonso Diniz, a festa terá grande show público, na noite de 24 de agosto, com a presença do forrozeiro Xand Avião no Parque Cívico São Raimundo Nonato.

Leia mais:  Várzea Grande entrega cestas básicas aos trabalhadores da coleta seletiva

Retomada

A programação social da Festa de Agosto é retomada após dois anos da pandemia de Covid-19. Há grande expectativa da população, da cidade e da região, para o evento público.

A Festa de Agosto transcorre em paralelo aos festejos religiosos ao padroeiro da cidade, São Raimundo Nonato.

Assessoria de Comunicação

Reportagem: Marco Filho

fonte – varzea alegre

Comentários Facebook
Continue Reading

Várzea Grande

Prefeitura de Várzea Grande desmarca reunião em cima da hora; categoria discutirá greve

Published

on

A equipe de secretários do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, não compareceu a uma reunião previamente agendada com lideranças do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso da central e da subsede no município. A agenda marcada para esta segunda-feira (15), iria tratar de duas pautas primordiais para a categoria: o rateio das sobras do Fundeb e o reajuste do Piso Salarial, conforme o Piso Nacional estabelecido para os profissionais do magistério.

O presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira, criticou a falta de respeito da gestão municipal de Várzea Grande, para com os trabalhadores da Educação. “Desmarcar uma reunião em cima da hora, mostra como a administração trata os educadores, com total desrespeito. Infelizmente, a gestão municipal não se mostra aberta ao diálogo, ignora as reivindicações legítimas da categoria. Diante disso, não temos outra escolha a não ser caminhar para a possibilidade de uma greve dos trabalhadores da Educação de Várzea Grande, com a paralisação das nossas atividades, até sermos ouvidos e atendidos em nossas pautas”, disse o sindicalista.

Leia mais:  Várzea Grande entrega cestas básicas aos trabalhadores da coleta seletiva

O presidente da Subsede do Sintep em Várzea Grande, Juscelino Moura, destaca a união dos educadores na luta pelos direitos da categoria. “Faço essa convocação para todos os profissionais da educação, para que se juntem ao sindicato em nossos atos e protestos. A administração pública em Várzea Grande tem a cultura de perseguir os servidores, especialmente aqueles que não ficam passivos diante desses ataques aos nossos direitos; mas apesar disso, reitero que não devemos ter medo, porque a própria legislação está do nosso lado, quando pleiteamos o reajuste salarial conforme o piso nacional. Quanto ao rateio, temos provas que o município tem condições de pagar”, disse.

O Assessor Jurídico da subsede do Sintep, Dr. Bruno Boaventura, também destacou a questão dos recursos não utilizados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “O que temos a dizer do ponto de vista jurídico é que a prefeitura de Várzea Grande gasta hoje cerca de 42% da receita corrente líquida com gasto em pessoal. Ou seja, a prefeitura tem condições financeiras orçamentárias de pagar o rateio do Fundeb e de pagar o piso conforme a lei. A Assessoria Jurídica do Sintep vai acionar novamente o Ministério Público Federal para que um inquérito quanto à aplicação da lei do rateio do Fundeb seja regularizado e seja proposta pelo MPF, uma ação por improbidade administrativa contra o prefeito Kalil e também contra o secretário de Educação do município”, disse o advogado Bruno Boaventura.

Leia mais:  Líder comunitário assume Coordenação do PS/VG

“Não nos calaremos diante dessas afrontas com os direitos dos trabalhadores da educação. Conforme os próprios dados orçamentários, não há desculpa financeira para não implementar o piso e fazer o rateio das sobras do Fundeb”, finalizou o presidente da entidade de Classe, Valdeir Pereira.

fonte – sintep orgg

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana