Política Nacional

Senado pode antecipar indicação de relator da reforma da Previdência

Publicado em

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), quer antecipar a definição do relator do texto da reforma da Previdência na Casa. A proposta de mudanças no sistema de aposentadorias, apresentada ontem (20) pelo governo federal, ainda vai tramitar ao longo dos próximos meses na Câmara dos Deputados e só deve chegar ao Senado no final do semestre, caso seja aprovada. A ideia de Alcolumbre, no entanto, é criar desde já uma comissão especial de senadores para acompanhar a tramitação da matéria na Câmara. Nesse caso, o relator dessa comissão especial seria, mais adiante, efetivado como relator da matéria no Senado.

“Se nós fizermos uma comissão especial, a gente nomearia um presidente para essa comissão especial, nomearia um relator, que fosse membro titular da CCJ [Comissão de Constituição e Justiça], já que a reforma tem que passar na CCJ, e esse relator da comissão especial já passaria automaticamente a ser o relator, no Senado, da reforma da Previdência, quando ela chegar na Casa”, afirmou, em conversa com jornalistas hoje (21). 

Leia mais:  Seguro-defeso tem fraude em 65% dos benefícios, diz Bolsonaro

Segundo Alcolumbre, a iniciativa, que ainda será negociada com os líderes dos partidos e blocos partidários do Senado, tem o objetivo de dar celeridade à análise da reforma pelo Legislativo, antecipando o trabalho do futuro relator da reforma na Casa. “Ele [relator da reforma no Senado] vai poder ter interlocução, lá na comissão especial da Câmara, com todos os partidos, então essa interface vai dar celeridade em todo o processo”, justifica. 

Venezuela

O presidente do Senado também comentou o fechamento da fronteira do Brasil com a Venezuela, em Roraima, determinada pelo presidente Nicolás Maduro. Para Alcolumbre, uma das fontes de preocupação é o fornecimento de energia elétrica para Roraima, que depende do país vizinho. “A preocupação que me foi externada pelo senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que está indo para Roraima agora, é em relação ao fornecimento de energia elétrica, porque é a Venezuela que fornecesse energia elétrica para o estado de Roraima”, pontuou. 

Alcolumbre destacou que a decisão de fechamento da fronteira, tomada pelo líder venezuelano, se deu em um contexto de recusa no recebimento de ajuda humanitária, organizada pelo Brasil em parceria com outros países. O governo brasileiro, no entanto, só reconhece como presidente interino do país o deputado Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional do país, e opositor de Nicolás Maduro. “Eu, como presidente de um Poder, confesso que qualquer país que queira ajudar outro país, a dar alimento e medicamento para as pessoas, acho que país deveria recepcionar a ajuda humanitária, mas quem sou para falar de uma posição do presidente [Nicolás] Maduro?”, afirmou. 

Edição: Sabrina Craide

Comentários Facebook
Advertisement

Política Nacional

Pesquisa Quaest para presidente: Lula tem 45% e Bolsonaro, 33%

Published

on

Bolsonaro e Lula
Montagem

Bolsonaro e Lula

Na Pesquisa Genial/Quaest para as eleições presidenciais de 2022, divulgada nesta quarta-feira (17), mostrou que a diferença entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 12 pontos à frente, com 45% das intenções de voto no primeiro turno, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 33% não se alterou.

Entre no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

*Em atualização

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  Embargo dos EUA contra Irã afeta empresas brasileiras, diz Bolsonaro
Continue Reading

Política Nacional

Bolsonaro e Lula se atacam em rede social durante posse de Moraes

Published

on

Bolsonaro e Lula em eventos com apoiadores
Gabriel de Paiva – 24.07.2022 e Jarbas Oliveira – 30.07.2022

Bolsonaro e Lula em eventos com apoiadores

Perfis de Bolsonaro (PL) e Lula (PT) atacaram-se nas redes sociais durante a cerimônia de posse de Alexandre de Moraes como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) . O petista e o atual presidente estavam sentados um de frente para o outro no evento.

A conta de Bolsonaro acusou o PT de causar a maior recessão da história do país durante os governos de Lula e Dilma. Também foi publicado que os petistas entregaram o Brasil com o “maior esquema de corrupção” no governo.

“Lula e Dilma deixaram para os brasileiros um país devastado, com 15 milhões de desempregados, prejuízos bilionários nas estatais e obras inacabadas, além do maior esquema de corrupção, o maior número de assassinatos e a pior década para a economia de toda a nossa História”, diz a postagem. 

Leia mais:  Cúpula do Congresso diz ao Planalto que eventual recuo a reajuste de policiais é 'problema do Executivo'

Já o perfil do ex-presidente deu um retweet em um post do geógrafo e analista ambiental Pedro Ronchi. A postagem original foi feita no dia 14 de agosto e exalta a criação do SAMU durante o governo de Lula.

“A escolha na eleição é entre o candidato que criou o SAMU e o candidato que imitou pessoas morrendo sem ar na pandemia.”

Os administradores da conta do petista se limitaram a retweetar a mensagem e escrever no post “Dois lados”.

Posse de Alexandre de Moraes no TSE

O ministro Alexandre de Moraes tomou posse nesta noite de terça-feira (16) como novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), durante cerimônia em Brasília. O ministro Ricardo Lewandowski foi empossado como vice-presidente do TSE.

Moraes e Lewandowski estarão à frente do tribunal durante as eleições deste ano. Os eleitores escolherão presidente, senadores, governadores, deputados federais e estaduais em outubro.

Leia mais:  Brasil gerou 316,5 mil empregos formais em julho, informa governo

Estiveram presentes na cerimônia os ex-presidentes Michel Temer, José Sarney, Lula e a ex-presidenta Dilma Rousseff. O ex-chefes do Executivo sentaram-se na frente ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL), que fiocu ao lado de Edson Fachin, ex-presidente do TSE, e Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana