Várzea Grande

Prefeita abre 4ª Conferência do Idoso e defende o fortalecimento de políticas públicas municipais

Publicado em

Várzea Grande está debatendo hoje (15) políticas públicas voltadas aos idosos. As discussões integram as esferas estadual e nacional das conferências e vão eleger 10 delegados que irão acompanhar as discussões em torno das garantias e proteção a terceira idade. Centenas de idosos e técnicos ligados à área estão participando da 4ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa, no Centro Pastoral Padre Aldacir (Cepac), no Centro da cidade. O evento é uma promoção do Conselho Municipal do Idoso, com apoio da prefeitura de Várzea Grande, por meio da secretaria de Assistência Social.

Inovações e adequações ao Estatuto do Idoso devem ser priorizadas pelos entes públicos e concretizadas por meio da conscientização e participação de todos.

As discussões e proposições abordam a seguinte temática: “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas. O objetivo da Conferência é servir como espaço de debate das ações voltadas aos idosos do Município e transformar propostas em política nacional – e concretas – de proteção e de apoio aos idosos.

Atualmente, cerca de 500 idosos residentes em Várzea Grande integram programas de fortalecimento de vínculos, disponibilizados pela secretaria de Assistência Social. Entre as atividades estão dança, artesanato, pintura, oficinas e palestras. Como explica a secretária municipal de Assistência Social, Flávia Lannes, todos os quatro polos da Pasta em atividade na cidade congregam ações e atividades voltadas especificamente aos idosos. “Por meio do programa 'Bem Viver' reforçamos a política de proteção aos direitos dos idosos e promovemos ações que estimulam a qualidade de vida e a reinserção deles na sociedade”.

Leia mais:  DERF faz operação em Várzea Grande para combater receptação de celulares

A prefeita Lucimar Sacre de Campos abriu o evento destacando a importância em se valorizar quem tanto já contribuiu pelo desenvolvimento da cidade, bem como para a sociedade de um modo geral. “Sempre priorizei a assistência social da nossa cidade e desde a época quem era primeira dama – quando Jaime Campos era nosso prefeito e depois nosso governador – sempre estive à frente de ações que melhorassem a vida daquelas que mais precisam. E quando digo melhorar a vida, estamos agindo por completo, cuidando das crianças, dos jovens, das mulheres e dos idosos”.

A presidente do Conselho Municipal do Idoso, Rogina Marques, disse que um grande passo em prol da proteção e promoção da população idosa no Município, foi a instituição do Fundo Municipal de Direitos da Pessoa Idosa, por força do decreto 91/2017, assinado pela prefeita Lucimar. “Várzea Grande é hoje o sexto município do Estado que dispõe de um Fundo que reverte recursos para o fomento de ações e serviços destinados à pessoa idosa”. O Fundo é constituído por meio de percentuais de imposto a pagar nas declarações anuais à Receita Federal, no Imposto de Renda”, explicou.

Ainda conforme Rogina, a Conferência não apenas reforça propostas para a política nacional do idoso, como abre uma oportunidade ao debate e à participação da sociedade.

Para a prefeita Lucimar Campos, inovações e adequações ao Estatuto do Idoso devem ser priorizadas pelos entes públicos e concretizadas por meio da conscientização e participação de todos. “Nossa população está envelhecendo e cada vez mais se faz necessário o respeito às leis estabelecidas, bem como a modernização delas para que direitos sejam preservados e protegidos”.

Leia mais:  Homem é preso após tentar estuprar adolescente em Várzea Grande no Piauí

A secretária de Assistência Social, Flávia Lannes disse que o seminário é fundamental para o debate sobre os direitos dos idosos. “O Brasil tem visto a expectativa de vida de população ser ampliada nos últimos anos, logo, garantir uma qualidade de vida melhor para os idosos é um dever do Estado e é nas conferências que nós fortalecemos o movimento que vai fazer com que esses direitos sejam assegurados, garantidos e cumpridos”, frisou a secretária.

Ainda de acordo com a secretária, a conferência é importante porque ela vai pautar as discussões que serão levadas para as conferências estadual e nacional que acontecem este ano. “É na conferência que nós discutimos a necessidade de calçadas mais largas, rampas de acesso, barras de corrimão, banheiros públicos acessíveis, diminuição da espera nas filas dos bancos, entre outros assuntos, por uma vida produtiva. Por isso é importante que a participação seja expressiva neste evento municipal”, destacou Flávia.

Na ocasião, serão debatidos assuntos referentes à política municipal de atendimento ao idoso, e as conclusões serão repassadas para as etapas regional e estadual, que são preparatórias para a Conferência Nacional. Também serão eleitos delegados para representar Várzea Grande nessas fases.

Na IV Conferência serão debatidos os eixos com especialistas se subdividindo em quatro grupos. Gestão, Financiamento, Participação e Violência e Abandono nortearão as discussões. Os resultados serão levados às autoridades durante a IV Conferência Estadual do Idoso.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Comentários Facebook
Advertisement

Várzea Grande

Prefeitura de Várzea Alegre monta estrutura para retomada da Festa de Agosto

Published

on

Estão acelerados os preparativos para a Festa de Agosto 2022 em Várzea Alegre, de 21 a 31 deste mês.

A Prefeitura de Várzea Alegre iniciou a montagem do Barracão Cultural Poeta Francisco de Sousa Sobrinho e das tendas na Av. Luiz Afonso Diniz no último sábado, 13 de agosto.

Segundo Maria Luiz Sátiro, que responde pelo NAT – Núcleo de Administração Tributária, a previsão é que a montagem das tendas seja concluída nesta terça-feira, 16 de agosto.

O Barracão Cultural terá área de 700 metros quadrados e esse ano, na 18ª edição, trabalhará o tema “Louceiras – o barro em mãos talentosas”, segundo informou Toinha Pereira – secretária de Cultura e Turismo de Várzea Alegre.

De acordo com Maria Luiza, este ano estão sendo instaladas 40 tendas para venda de bebidas e comidas e 4 barracas para venda de drinks, com trabalhos de 31 barraqueiros.

Como novidades, este ano terá uma barraca especializada na venda de doces e a plataforma 360º como destaque de mídia.

Quanto aos preços que os comerciantes pagaram para negociar durante a festa, a tenda com área 5×5 teve investimento de R$ 1.000,00, área 3X3, R$ 600,00 e com área 2X2, R$ 500,00.

Leia mais:  Garota de programa filma ato sexual e obriga cliente transferir R$ 2,3 mil em Várzea Grande

Para abastecer de bebidas esses comerciantes, a Prefeitura fechou parceria com uma empresa de Várzea Alegre, o que evita exclusividade de produto e os comerciantes terão liberdade para vender diversas marcas de cerveja.

Parque de diversões

Com chamada pública feita pela Prefeitura de Várzea Alegre, o Parque de Diversões Recife, por melhor oferta, pagou antecipadamente a soma de R$ 30 mil, dinheiro depositado na conta da Prefeitura, para uso do espaço público. A montagem do parque deve começar dia 18 de agosto.

Moradores

Os moradores da Av. Luiz Afonso Diniz e das ruas José Correia Sobrinho, Profa. Socorro Rolim e Murilo Ribeiro, que têm as frentes e garagens de suas casas tomadas pelas instalações das tendas, em entendimento com a Prefeitura, estacionam seus veículos automotores em terreno fechado e com vigilância, no Alto Santo Center.

Xand Avião

Fora do circuito da Av. Luiz Afonso Diniz, a festa terá grande show público, na noite de 24 de agosto, com a presença do forrozeiro Xand Avião no Parque Cívico São Raimundo Nonato.

Leia mais:  Pré-candidata ao Senado se reúne com secretário de Governo de Várzea Grande

Retomada

A programação social da Festa de Agosto é retomada após dois anos da pandemia de Covid-19. Há grande expectativa da população, da cidade e da região, para o evento público.

A Festa de Agosto transcorre em paralelo aos festejos religiosos ao padroeiro da cidade, São Raimundo Nonato.

Assessoria de Comunicação

Reportagem: Marco Filho

fonte – varzea alegre

Comentários Facebook
Continue Reading

Várzea Grande

Prefeitura de Várzea Grande desmarca reunião em cima da hora; categoria discutirá greve

Published

on

A equipe de secretários do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, não compareceu a uma reunião previamente agendada com lideranças do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso da central e da subsede no município. A agenda marcada para esta segunda-feira (15), iria tratar de duas pautas primordiais para a categoria: o rateio das sobras do Fundeb e o reajuste do Piso Salarial, conforme o Piso Nacional estabelecido para os profissionais do magistério.

O presidente do Sintep-MT, Valdeir Pereira, criticou a falta de respeito da gestão municipal de Várzea Grande, para com os trabalhadores da Educação. “Desmarcar uma reunião em cima da hora, mostra como a administração trata os educadores, com total desrespeito. Infelizmente, a gestão municipal não se mostra aberta ao diálogo, ignora as reivindicações legítimas da categoria. Diante disso, não temos outra escolha a não ser caminhar para a possibilidade de uma greve dos trabalhadores da Educação de Várzea Grande, com a paralisação das nossas atividades, até sermos ouvidos e atendidos em nossas pautas”, disse o sindicalista.

Leia mais:  Várzea Grande abre o ano letivo com entrega de 110 mil uniformes e 80% de unidades escolares recuperadas

O presidente da Subsede do Sintep em Várzea Grande, Juscelino Moura, destaca a união dos educadores na luta pelos direitos da categoria. “Faço essa convocação para todos os profissionais da educação, para que se juntem ao sindicato em nossos atos e protestos. A administração pública em Várzea Grande tem a cultura de perseguir os servidores, especialmente aqueles que não ficam passivos diante desses ataques aos nossos direitos; mas apesar disso, reitero que não devemos ter medo, porque a própria legislação está do nosso lado, quando pleiteamos o reajuste salarial conforme o piso nacional. Quanto ao rateio, temos provas que o município tem condições de pagar”, disse.

O Assessor Jurídico da subsede do Sintep, Dr. Bruno Boaventura, também destacou a questão dos recursos não utilizados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “O que temos a dizer do ponto de vista jurídico é que a prefeitura de Várzea Grande gasta hoje cerca de 42% da receita corrente líquida com gasto em pessoal. Ou seja, a prefeitura tem condições financeiras orçamentárias de pagar o rateio do Fundeb e de pagar o piso conforme a lei. A Assessoria Jurídica do Sintep vai acionar novamente o Ministério Público Federal para que um inquérito quanto à aplicação da lei do rateio do Fundeb seja regularizado e seja proposta pelo MPF, uma ação por improbidade administrativa contra o prefeito Kalil e também contra o secretário de Educação do município”, disse o advogado Bruno Boaventura.

Leia mais:  Várzea Grande lança programa de pavimentação asfáltica de 500 mil metros quadrados

“Não nos calaremos diante dessas afrontas com os direitos dos trabalhadores da educação. Conforme os próprios dados orçamentários, não há desculpa financeira para não implementar o piso e fazer o rateio das sobras do Fundeb”, finalizou o presidente da entidade de Classe, Valdeir Pereira.

fonte – sintep orgg

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana