conecte-se conosco


Policial

Policial civil de MT é medalhista de ouro em campeonato nacional

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

O policial Leandro Furtado Rezende, lotado na Gerência de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil de Mato Grosso, conquistou o primeiro lugar na categoria Master 4, peso meio pesado, no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu Esportivo 2020.

O evento nacional ocorreu neste final de semana, em Caieiras, região metropolitana da grande São Paulo (SP), e reuniu atletas competidores de vários estados.

Durante os três dias de torneio, o investigador de polícia demonstrou o seu talento em  artes marciais, derrotando adversários também treinados para disputar o campeonato brasileiro de Jiu-jitsu deste ano.

Leandro Rezende pratica artes marciais na modalidade Jiu-jitsu há 31 anos, sendo que há 22 anos foi batizado na categoria faixa preta.

Condecorado com a medalha de ouro pelo primeiro lugar na categoria Master 4, peso meio pesado, Leandro falou da felicidade pela vitória obtida com dedicação, comprometimento, além do esforço físico e suor. Perdendo na luta final de sete a zero, e faltando apenas 15 segundo, o investigador de polícia finalizou o oponente.

“Iniciei o dia de quinta-feira (22), participando de uma operação policial e trabalhando até as 21 horas na GOE. Na madrugada de sexta-feira embarquei para São Paulo. Consegui algumas horas para descansar e logo às 13 horas fui para a cidade de Caieiras, onde mesmo cansado e ainda exausto, competi saindo como campeão”, completou ele.

Leia mais:  Investigado por homicídio cometido há três anos, rapaz é preso pela Polícia Civil em Cuiabá

O policial civil agradeceu os colegas da GOE pelo incentivo, em especial ao delegado da unidade Ramiro Mathias Queiroz e o chefe de operação EdCarlos da Silva Campos por acreditar na sua capacidade e, principalmente, por apoiar as participações em campeonatos fora do estado.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Homem que matou ex-mulher asfixiada e ocultou corpo é preso e autuado em flagrante por feminicídio

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Suspeito pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver da ex-mulher, ocorridos no sábado (21.11), em Itiquira (357 km ao sul de Cuiabá), um homem de 38 anos foi preso e autuado em flagrante na segunda-feira, na Delegacia da Polícia Civil da cidade. Depois dos procedimentos policiais, ele foi encaminhado à unidade prisional do município.

A vítima, Mirian Souza Mendes, 37 anos, sofreu diversas agressões com um pedaço de metal e depois foi asfixiada com uma corda. Antes de matá-la, o suspeito ainda cometeu abusou sexual. Depois de cometer o crime, o homem cavou um buraco e escondeu o corpo da vítima em uma área de cerrado localizada às margens da MT-370. Os fatos ocorreram no final da tarde do sábado passado.

Após cometer o crime, o suspeito foi até a fazenda onde trabalhava e pediu demissão. Ele aparentava nervosismo, estava com a roupa suja de terra e dizendo que havia feito algo ruim. O gerente da propriedade o questionou, mas o suspeito não disse nada. Desconfiado, o encarregado da fazenda saiu para checar se havia algo de estranho próximo à estrada e avistou uma motocicleta jogada no meio do cerrado e uma enxada, mas não havia localizou a cova. Como estava escuro, o gerente retornou à fazenda e encontrou o suspeito já de malas prontas, que depois pediu uma carona a outro funcionário que o levou até a MT-370.

Leia mais:  Polícia Civil abre inscrições para 15ª edição do Arte e Cultura que será on-line

Após essa atitude do suspeito, o gerente ficou ainda mais desconfiado e foi novamente ao local onde havia avistado a motocicleta e os objetos não estavam mais no lugar. No domingo, com o dia claro, ele retornou para ver se achava alguma pista e localizou a cova. Diante do que foi encontrado, o gerente da fazenda foi até a delegacia para comunicar o fato.

No fim semana, a mãe da vítima também procurou a Polícia Civil para registrar o desaparecimento da filha.

Diligências

A partir das informações recebidas, uma equipe da Delegacia foi até a fazenda e após escavação encontrou o corpo da vítima. A Politec foi acionada para as perícias.
Outra parte da equipe policial seguiu em diligências para localizar o suspeito, que foi encontrado ainda na segunda-feira no bairro Poxoréu, em Itiquira e encaminhado à delegacia.

Em depoimento na unidade policial, o suspeito contou em detalhes como praticou os crimes. Disse que no dia anterior ao homicídio, a vítima havia lhe pedido dinheiro para consertar a motocicleta. Ele pediu que Mírian fosse buscar o dinheiro e a mulher chegar na estrada de acesso à fazenda, os dois se desentenderam e entraram em luta corporal. O suspeito relatou que usou uma cordinha que estava na bolsa da vítima para asfixiá-la, mas antes cometeu o abuso. Depois pegou uma enxada na fazenda, cavou a cova e enterrou o corpo.

Leia mais:  Homem é preso em flagrante por tentativa de estupro em Confresa

A motocicleta e objetos pessoais foram jogados pelo suspeito em um lixão da cidade, junto com as roupas da vítima. O celular de Mirian, o suspeito levou em uma assistência técnica para ser formatado.

Nas diligências, os policiais localizaram a moto carbonizada e conseguiram apreender o aparelho.

Após os procedimentos policiais, o suspeito foi autuado por homicídio com qualificadoras, entre elas feminicídio, e ocultação de cadáver. O inquérito será conduzido pela delegada Lígia Silveira.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem é preso em flagrante por tentativa de estupro em Confresa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de tentativa de estupro em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil do município no início da tarde desta terça-feira (24.11). O suspeito de 53 anos foi autuado em flagrante pelo estupro na forma tentada.

As diligências iniciaram logo após uma jovem de 20 anos procurar a delegacia da Polícia Civil e comunicar o crime praticado pelo vizinho no período da manhã.

Conforme relato, a vítima foi até a casa do vizinho acompanhada da mãe dele pegar mudas de beterrabas. Após a mãe do suspeito ir embora, ele assediou a jovem passando as mãos nos seus seios. Mesmo com a negativa da vítima, o suspeito continuou com os atos de abuso sexual.

Assustada e com medo a mulher voltou para casa, sendo ainda perseguida pelo vizinho. A vítima ligou para o seu esposo, momento em que o suspeito passou a ameaçá-la caso fosse revelado algo. 

Diante dos fatos graves, os policiais civis foram até a residência onde o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia. Depois de interrogado o conduzido foi autuado pelo crime de tentativa de estupro. Na delegacia foi constatada a agressão física contra a jovem, que apresentava uma mordida no pescoço. 

Leia mais:  Polícia Civil prende irmãos envolvidos em roubos de propriedades rurais em Nova Xavantina

Conforme o delegado de Confresa, Matheus Soares Augusto, após a confecção dos autos a Polícia Civil representou pela conversão da prisão em flagrante do suspeito em prisão preventiva.

Em seguida ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana