Sem categoria

Para perder peso, mulher adota medidas simples e consegue eliminar 75 kg

Publicado em

Melissa McGilvrey sempre esteve acima do peso, mas o corpo realmente mudou no final da adolescência. Aos 19 anos, ela  deu à luz sua primeira filha
e, por estar em um relacionamento abusivo, usava a comida para lidar com a situação. Nos próximos 20 anos, teve mais uma menina e um menino e livrou-se da relação. Na época, cuidar dos filhos era sua prioridade e, por isso, não se preocupava em perder peso.


Melissa McGilvrey chegou a pesar 171 kg e, com mudanças simples na rotina, conseguiu perder peso; saiba o que ela fez
Reprodução/Instagram/melisse_marie

Melissa McGilvrey chegou a pesar 171 kg e, com mudanças simples na rotina, conseguiu perder peso; saiba o que ela fez

Por conta de todo o seu histórico, Melissa chegou a pesar 171 kg. Ela consumia fast food com alto teor calórico e tomava sorvete diariamente. No entanto, uma ocorrência em um parque de diversões a fez mudar e perceber que era necessário perder peso
. Isso porque, ao entrar no assento de um dos brinquedos, percebeu que o cinto de segurança não coube.

“Enquanto observava as reações de meus filhos, percebi que estava mentindo para mim a vida toda. Eu sempre disse a mim mesma que minha obesidade não estava incomodando ninguém, mas, na verdade, afetava cada pessoa ao meu redor. Eu me tornei determinada a mudar isso”, conta em depoimento à revista Women’s Health

Leia mais:  Com voto do Governo de MT, Confaz mantém congelamento do ICMS dos combustíveis

Para emagrecer
, aos 38 anos, em 2014, a mulher decidiu fazer caminhada em uma trilha pública. Ela andou um percurso de 1,6km e, quando terminou, seu rosto estava totalmente vermelho. “Meus dedos estavam inchados e formigando – e eu estava desapontada comigo mesma. Fiquei super dolorida no dia seguinte
, mas voltei e segui pela mesma distância. E assim continuei todos os dias”, diz. 

Depois que ficou mais acostumada, passou a andar 3,2km a cada dois dias e, quando chegou a quase 5km, começou a ir todos os dias. Depois de 18 meses, ela já estava caminhando até 11km por dia e, aos domingos, 24km. “ Como eu trabalhava como motorista particular, tinha um horário flexível para caminhar e, ainda, estar em casa com os meus filhos. Essas caminhadas
me ajudaram a fazer de mim uma prioridade também”, aponta. 

Academia e mudanças na alimentação para perder peso


Para perder peso, Melissa, além de controlar a alimentação e fazer caminhadas, também passou a praticar exercícios físicos
Reprodução/Instagram/melisse_marie

Para perder peso, Melissa, além de controlar a alimentação e fazer caminhadas, também passou a praticar exercícios físicos

Desde que passou a ser mais ativa, ela também reformulou sua dieta. Apesar de não ter cortado nenhum grupo específico de alimentos, passou a comer opções mais saudáveis, como carnes magras, legumes e grãos integrais. Ela também usou um aplicativo no celular para ajudar a controlar o que estava ingerindo no dia a dia e não passar longos períodos sem se alimentar. 

Leia mais:  Marquezine fala de Marina Ruy Barbosa: “tentamos ser amigas, mas não deu certo”

Geralmente, seu cardápio é dividido em:

  • Café da manhã: meia xícara de clara de ovo com cogumelos e espinafre;
  • Lanche da manhã: nozes ou um shake de proteína;
  • Almoço: 113g de peixe e batata doce;
  • Jantar: frango ou peru moído com algum tipo de grão (quinoa, por exemplo);
  • Ceia: um biscoito de manteiga de amendoim.

Desde então, ela perdeu 75 kg – e uma de suas filhas também está nesse processo de condicionamento físico. Recentemente, elas passaram a ir juntas para uma academia. “Fazemos aulas de ioga e HIIT, mas o local também oferece um nutricionista e treinadores que podem modificar todos os exercícios – e é por isso que vamos lá”, expõe.

Melissa ainda quer inspirar seus outros filhos a perder peso
e ter uma vida mais saudável
. “Eu estava cansada do meu peso afetando todos ao meu redor. Então, me comprometi a mudar. E agora que alcancei meu objetivo, estou determinada a passar esses hábitos ​​para o resto da minha família”, finaliza.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Convidada aparece de vestido branco no casamento do amigo e é detonada
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Mega-Sena acumula e prêmio vai R$ 25 milhões; veja os números

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana