Sem categoria

Na corrida pelo sucesso, Iza e Anitta competem pelo reinado pop

Publicado em

Anitta estourou em 2013 depois de lançar Meiga e Abusada
, que foi direto para o topo das paradas. Desde então, ela tem uma carreira estabelecida, batalha para fazer sucesso fora do Brasil e já se firmou com uma das maiores artistas do Brasil. Iza ficou conhecida depois de Pesadão em 2017, e em 2018 lançou seu primeiro álbum.


Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

As duas cariocas têm trajetórias similares, mas com o sucesso de Anitta, a chegada de Iza ao estrelato foi mais rápida. Apesar disso, eles seguem caminhos diferentes e cada uma, da sua maneira, busca seu lugar no mundo da música. Embora tenha menos tempo de carreira que Anitta
, Iza
teve uma ascensão meteórica. Por isso, comparamos as duas carreiras a seguir:

Leia também: Iza, Marcelo D2 e os 10 melhores discos nacionais de 2018

  • Hits

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Anitta vem somando hits
desde 2013. Deixa Ele Sofrer
, Essa Mina é Louca
e Bang
, que dá nome a seu terceiro e mais bem sucedido álbum. É também seu último já que, desde então, ela apostou na divulgação de singles e continuou emendando sucessos: Sim ou Não
ao lado do colombiano Maluma, Loka
, com Simone Simaria, Você Partiu Meu Coração
com Nego do Borel e Sua Cara
com Pabllo Vittar e Major Lazer.

Embora todos tenham sido bem sucedidos, seus principais hits viriam depois: Paradinha
e Vai Malandra
. A primeira entrou nas paradas de Portugal e México, além de entrar no top três das paradas da Billboard Brasil. Vai malandra
levou a cantora para suas origens do funk.

Iza ainda não tem o mesmo repertório, mas o hit Pesadão
, ao lado de Marcelo Falcão, também foi um sucesso em 2017. Foi seu primeiro hit depois de assinar com a Warner Music, e deu um panorama do que seria seu primeiro álbum. “ Dona de Mim
”, foi lançado em 2018 com Ginga
como principal single.

Leia também: Anitta se alia a Netflix por projeção global e se deixa observar em depressão

  • Parcerias

Anitta x Iza
Divulgação

Anitta x Iza

Anitta ganha esse embate, mas sua caminhada foi árdua. Antes de se unir a J. Balvin, Diplo ou Iggy Azalea, ela era MC Larissa e fazia parte do Furacão 2000. Mas, desde que começou a fazer sucesso, ela acumulou parcerias nacionais e internacionais: Wesley Safadão, Poo Bear, DJ Alesso, Matheus & Kauan, Silva, Harmonia do Samba, Luan Santana e Jota Quest. Ela também jpa se apresentou ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil, além do Andrea Bocelli.

Iza já subiu ao palco ao lado de Ceelo Green e recentemente participou do projeto “Nós, Voz, Eles” de Sandy. Em seu primeiro álbum, ela canta com Rincon Sapiência, Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Glória Groove e Tiaguinho.

  • Ao vivo e na TV

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Anitta conhecidamente nunca participou do Rock in Rio. O organizador do evento, Roberto Medina já chegou a dizer no passado que ela não se encaixava no perfil do Festival. Mas, com a sempre crescente fama e fan base de Anitta, ficou impossível ignorá-la. Em 2018 ela se apresentou no Rock in Rio Lisboa, e já está confirmada este ano no Rio de Janeiro.

Leia mais:  Bolsonaro promete correção da tabela do Imposto de Renda pela inflação

Enquanto isso, Iza já estreou no evento, mesmo que não tenha sido em show solo. Ela participou do set de Ceelo Green, onde cantou duas músicas, incluindo Earth Song, de Michael Jakcson. O fato é notável pois ela não havia nem lançado seu primeiro disco na época. Sua estreia aconteceria apenas no ano seguinte.

Em compensação, Anitta foi uma das estrelas da abertura das Olimpíadas do Rio, e não fez feio ao cantar Isto aqui, o que é?
ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Já na televisão, Iza foi, literalmente a sucessora de Anitta e herdou o “Música Boa Ao Vivo” no Multishow
. Já Anitta ganhou outra atração no mesmo canal, o “Anitta Entrou no Grupo” e no segundo semestre de 2018 foi uma das juradas da versão mexicana do “The Voice”.

  • Premiações

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Anitta conquistou alguns prêmios como o MTV Europe Music Awards, na qual competiu como Melhor Artista Latina ou Melhor Artista Brasileira. Ao Latin Grammy ela tem indicações por músicas como Downtown
e Sua Cara
. Já Iza conseguiu um feito mais admirável: recebeu uma indicação pelo seu álbum de estreia.

“Dona de Mim” foi indicado como Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, mas perdeu para a cantora Anaadi.

  • Marketing

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Enquanto Iza dá seus primeiros (e bem sucedidos) passos na música, Anitta tem condição de ir além. Hoje ela é a própria empresária, agencia outros artistas, toma todas as decisões burocráticas envolvendo sue trabalho e dá as cartas em relação a sua carreira. O que talvez seja um dos motivos para a cantora mostrar a cara constantemente.

Boa de marketing, ela sabe como usar marcas para patrocinar e apoiar seus projetos e já teve, por exemplo, uma rede de fast-fashion apoiando seus videoclipes.

Leia também: Anitta se alia a Netflix por projeção global e se deixa observar em depressão

Iza ainda não tem essa expertise (e nada diz que ela precisa ter), e deixa a carreira a cargo de outras pessoas. Não que ela não tenha a palavra final, mas Anitta tem mais a perder caso sua carreira sofra com críticas negativas.

  • Na internet

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Iza tem mais de quatro milhões de seguidores no Instagram, enquanto Anitta chega próxima aos 35 milhões. A diferença é grande, mas ambas são muito engajadas nas redes. Figuras públicas, elas utilizam suas plataformas on-line para divulgar seus trabalhos, mostrar bastidores de shows e momentos de suas vidas pessoais.

Mas também as utilizam para dar voz a causas sociais que defendem. Iza, por exemplo, só nas últimas semanas postou uma imagem em apoio a criminalização da homofobia, que está em processo de votação no STF, e em apoio a Maju Coutinho, primeira jornalista negra a ocupar a bancada do “Jornal Nacional”.

Leia mais:  Partiu sacolão: tomate, batata e cebola puxam inflação para baixo em setembro

Anitta também defendeu causas na web, incluindo a LGBT+, porém as crises dos últimos tempos fizeram com que a cantora tenha evitado militar de qualquer forma que seja. Enquanto Iza fez uma publicação no Twitter aderindo a campanha “Ele Não”, que surgiu em outubro contra o então candidato à presidência Jair Bolsonaro.

A campanha, que pregava principalmente direitos às mulheres e a causa LGBT+ não foi inicialmente aderida pro Anitta, que se viu pressionada pelos fãs a seu pronunciar sobre o assunto. Ela, então,  participou da campanha
a contra gosto.

  • Polêmicas

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Iza não tem grandes polêmicas envolvendo seu nome, e não costuma virar notícia por conta de desafetos no mundo dos famosos. O caso que mais chamou atenção foi quando uma parte de Ginga
foi censurada pela Record no “Programa da Sabrina”. Uma rede filiada a Igreja Evangélica, eles suprimiram os versos “fé na mandinga”, que fazem alusão ao Candomblé.

Anitta, por outro lado, tem uma longa lista de desafetos e polêmicas. A cantora foi muito criticada em março de 2018 ao não se pronunciar sobre a morte da deputada Marielle Franco. Constantemente se referindo a sua origem como “da favela”, ela não prestou nenhum tipo de homenagem à política que dedicou sua carreira justamente aos menos favorecidos das favelas cariocas.

Mas, mais do que isso, ela acumula inimigos. A primeira e mais notável é Kamilla Fialho, sua ex-empresária, que há anos movia um processo contra ela. O caso se resolveu no final de 2018, mas passou longe de ser amigável. Outra antiga amiga era Pabllo Vittar. Elas dividiram os vocais de Sua Cara
e estavam sempre juntas. Por algum motivo desconhecido, elas pararam de se falar.

O mesmo aconteceu com Simaria e Simone. Com Anitta elas lançaram o single Loka
, outro hit de sucesso, mas a relação das três ficou estremecida. Recentemente Anitta apareceu com Simone no Instagram, mas nada indica que a relação com Simaria também esteja retomada. As irmãs do sertanejo chegaram a dizer no passado que o motivo da briga seria a recusa de Anitta em aceitar um conselho das duas.

  • Combate

Anitta x Iza
Reprodução/Instagram

Anitta x Iza

Anitta é mais conhecida e, consequentemente mais cobrada. Tudo o que ela fala, canta ou o que seja tem um preço maior e ela é mais pressionada como artistas. Mas ela também parece atrair confusões para si e está sempre em crise com alguém. Ainda assim, desde 2013 sua trajetória não é nada menos que admirável. Singles de sucesso, carreira internacional, uma série documental, desenhos infantis, premiações, shows lotados, hits nas rádios.

Entre trancos e barrancos, a cantora mostra que está fazendo seu melhor e é dedicada a sua profissão. Iza ainda não tem o mesmo status de estrela, e talvez nem tenha, mas ela segue num caminho parecido.

Leia também: Crise sem fim? Anitta coleciona momentos de estresse com seus fãs

A comparação com as duas, embora pareça uma “disputa”, na verdade serve para mostrar que o Brasil não está nada carente de divas pop. Anitta
e Iza, juntas ou separadas, acumulam hits, arrastam multidões, e abrem caminhos para novos nomes se destacarem na cena pop nacional.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro promete correção da tabela do Imposto de Renda pela inflação
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Grife lança sapato com salto em formato de Torre Eiffel invertida; você usaria?

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana