Mato Grosso

Mato Grosso lidera o ranking de Transparência Ativa entre os estados da Amazônia Legal

Publicado em

Relatório do Instituto Centro de Vida (ICV) que avalia os índices de transparência de dados ambientais nos nove estados da Amazônia Legal e no governo federal aponta Mato Grosso como o Estado melhor colocado no ranking da transparência ativa, quando os dados são disponibilizados em sites e divulgados publicamente independente de solicitação.

Mato Grosso lidera o ranking estadual de transparência ativa com índice de 56%, enquanto a média geral dos estados é de 28% na divulgação de dados e informações públicas. Já o índice federal é de 88%. Os outros estados analisados são Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Acre, Rondônia, Tocantins e Maranhão.

De acordo com documento de avaliação da transparência das informações ambientais na Amazônia, publicado no site do ICV: “Essa liderança se deve ao lançamento de um Portal de Transparência pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, que disponibiliza um conjunto de informações-chave para o controle ambiental com detalhamento e atualizações adequados, bem como diferentes opções de formato, incluindo informações georreferenciadas. É o caso, por exemplo, das informações do Cadastro Ambiental Rural (CAR), disponibilizadas inclusive com as informações dos requerentes, assim como já era feito no portal do Estado do Pará”. 

O Portal Transparência, citado no documento do ICV, foi lançado no segundo semestre de 2018 pela secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e tem como objetivos principais as melhorias na gestão ambiental, controle social por meio dos cidadãos e entidades defensoras do meio ambiente e autonomia para os órgãos de controle na busca de informações

Leia mais:  Deficientes físicos recebem cadeiras de rodas motorizadas no Cridac

O relatório traz também um ranking sobre transparência passiva, quando é feito um pedido para obter o dado, em que Mato Grosso aparece com 33% de índice. Neste caso, além das informações fornecidas, são analisados o cumprimento de prazos e detalhamento de dados. A média geral de transparência passiva é de 53% de informações respondidas de maneira satisfatória e dentro do prazo estabelecido por lei.

“O portal transparência está em constante aperfeiçoamento. Estamos trabalhando para atualizar as informações de forma mais rápida e inserir mais dados, criando mecanismos para otimizar o processo de reposta aos pedidos de informação, melhorando a transparência passiva”, explica Gabriel Vitoreli, chefe da Unidade Estratégica de Transparência e Geoinformação.

Controle Social

O estudo avalia a disponibilização de dados de 41 informações-chave para o controle ambiental na Amazônia legal e o atendimento às solicitações de informação por órgãos no executivo federal e estaduais. Entre as informações monitoradas estão dados sobre: Cadastro Ambiental Rural, multas e autos de infração, conflitos pela posse da terra e territórios quilombolas e indígenas.

Todas as 41 informações analisadas são de caráter público de acordo com a Lei de Acesso a Informação. O relatório não listou nenhuma informação sigilosa. A disponibilização dessas informações chaves à sociedade potencializa a participação social e permite o controle das atividade públicas e privadas.

Leia mais:  Terceira edição de operação é deflagrada na Região Araguaia

A transparência de dados públicos é um instrumento de controle social e tem papel essencial na identificação e combate à irregularidades. O estudo tem como um dos objetivos que o Executivo priorize políticas públicas para melhorar a transparência. O diálogo e cooperação entre os órgãos ambientais e os usuários de informações são necessários para priorizar dados a serem disponibilizados, melhorar a qualidade das informações e ampliar seu uso.

Portal Transparência 

O Portal transparência de Mato Grosso é o único da Amazônia Legal a disponibilizar abertamente as autorizações de desmate com dados geoespaciais, que podem ser usados por sistemas de informações geográficas. Destaque também na transparência dos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), atendendo ao Código Florestal de disponibilizar informações sobre a regularização ambiental de imóveis rurais.

O portal disponibiliza também dados abertos do Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (Simcar), Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam). São atualizados regularmente relatórios de monitoramento da qualidade ambiental sobre Balneabilidade, exposição florestal, qualidade da água e ar.

Ainda estão disponíveis informações por meio de leis, decretos e conselhos consultivos das Unidades de Conservação; consulta dos estudos de impactos ambientais; download de dados geográficos – bases de referências; download dos dados de desmatamento dos 3 biomas (cerrado, pantanal e Amazônia) produzidos pela Sema; divulgação do andamento de compensação ambiental; desembargos; e legislação ambiental completa.

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Verde Novo participa do Projeto Multiação no próximo sábado, dia 20

Published

on

O Projeto Verde Novo, que promove ações de conscientização ambiental, plantio e distribuição de mudas na Capital de Mato Grosso, será um dos parceiros do projeto Multiação – realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) no próximo sábado (20 de agosto), no bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá.
 
A população terá acesso a diversos serviços gratuitos como atendimentos médicos, aferição de glicose, agendamento de exames, negociação de débitos e religações pela Energisa, coleta de sangue, corte de cabelo e muito mais.
 
Por parte do Verde Novo, serão distribuídas 500 mudas de árvores nativas e frutíferas do Cerrado, para que a população tenha a oportunidade de colaborar com o processo de arborização urbana de Cuiabá.
 
Os atendimentos do Verde Novo serão realizados das 8h às 12h, na Creche Filantrópica Nina Zaque, localizada no endereço do link a seguir: https://sesi.mt/MultiaçãoJdLiberdade
 
Verde Novo – Um projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pelo Juvam de Cuiabá, desenvolvido em cooperação técnica com o Município de Cuiabá e o Instituto Ação Verde e patrocinado pelo Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas. O projeto Verde Novo também conta com a parceria da TV Centro América e da Energisa, na divulgação.
 
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: foto horizontal colorida de vários caixotes com mudas do Projeto Verde Novo. As caixas estão na parte interior da van do projeto e na frente de cada uma há uma placa com as espécies: bacupari, goiaba e pitomba.
  
Mylena Petrucelli
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia mais:  Policiais fazem treinamento em simulado de Gerenciamento de Crise no Bope

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Published

on

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Deficientes físicos recebem cadeiras de rodas motorizadas no Cridac
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana