Connect with us

O carnaval acabou, mas parece que as polêmicas permaneces. Dessa vez, a irmã de Neymar, Rafaella Santos, se pronunciou sobre o assunto envolvendo o irmão, e que está rendendo até agora.

Leia também: Anitta faz piada sobre affair com Neymar


Rafaella Santos, irmã de Neymar, se pronuncia após polêmica envolvendo o irmão
Reprodução/Instagram

Rafaella Santos, irmã de Neymar, se pronuncia após polêmica envolvendo o irmão


Durante a folia, Neymar
voltou a ser destaque nas fofocas por curtir a folia no mesmo lugar que Bruna Marquezine
, um camarote na Marquês de Sapucaí. No entanto, o craque foi apontado como o novo affair de Anitta
, já que foram flagrados juntos no local e, depois do ocorrido, a atriz chegou a deletar sua conta no Instagram.

Na internet não se fala de outra coisa! Internautas acusaram o atleta de ter provocado ciúmes na ex-namorada, que acabou cedendo à pressão e deletado a rede social por conta disso. Então, Rafaella explicou toda a situação ao responder um comentário de um seguidor, que alegou que Neymar não precisava ter ido justamente ao camarote do qual Bruna era musa.

Leia mais:  Longe da TV desde 2018, Malu Mader revela que tem “batalhado” para fazer cultura

“Não é dessa forma que vocês estão enxergando. Ele tinha livre acesso, sim, por isso foi no Nosso Camarote, por ter amigos que fazem o evento. Sem noção as pessoas que estão criando algo que não existe e que acabam com palavras machucando alguém. Vamos respeitar ambos, estão livres e solteiros. Mais amor, gente”, declarou a jovem.

Leia também: Anitta nega affair com Neymar e diz não ser amiga de Marquezine

Depois disso, moça elogiou Bruna Marquezine, de quem é amiga. “Não estou defendendo, estou falando exatamente como foi. A Bruna é uma mulher incrível e espero que as pessoas tenham o maior respeito por ela e que a deixem em paz. Ninguém gosta de ler comentários maldosos”, afirmou.

Até então, além de Rafaella, Anitta foi a única a se pronunciar sobre o ocorrido, afirmando que não é amiga da atriz e negando affair com o jogador.

Leia também: O amargo carnaval de Bruna Marquezine

“Eu sou amiga dele há muitos e muitos anos. Não é só porque as pessoas famosas se cruzam nos lugares que elas são melhores amigas. Eu não sou amiga da Marquezine. Conheço. Ela foi no meu trio porque meu assessor de imprensa é um grande amigo dela, mas eu não tenho nada contra ela, nada contra ninguém”, pontuou a poderosa.

Leia mais:  Reforma deve ser “robusta e justa”, diz relator da comissão especial

Por enquanto, Neymar
 foi o único que ainda não falou sobre o assunto, embora sua assesoria tenha negado affair com Anitta. 

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Longe da TV desde 2018, Malu Mader revela que tem “batalhado” para fazer cultura
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Inês percebe clima de romance entre Afonso e Lola em “Éramos Seis”

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Mais Lidas da Semana