Mato Grosso

Instituto de Pesos e Medidas fiscaliza artigos de Carnaval

Publicado em

Fiscais do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem) irão vistoriar 40 estabelecimentos em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis para verificar se os artigos de carnaval, como fantasias e adereços, bem como os preservativos, estão sendo comercializados conforme à legislação. Segundo a coordenadora de avaliação e conformidade do Ipem, Marluce Fanaia, o objetivo é garantir ao consumidor o acesso às informações sobre composição e origem dos materiais. Em alguns casos, como das máscaras e assessórios, é exigido o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Para quem pretende investir no traje para a folia, a autarquia lembra que é preciso estar atento a etiqueta têxtil. Nela devem constar as informações sobre a composição do produto e ainda a origem.

A exigência vale também para as peças confeccionadas por costureiras, uma vez que as lojas de tecido são obrigadas a informar os compradores sobre o material, mesmo que seja na venda por metro.

Quando se trata de uma peça infantil, os pais devem evitar cordões que podem sufocar a criança e peças pequenas que podem causar engasgamento, como pequenos botões e lantejoulas. Já nas máscaras e assessórios, o selo de certificação do Inmetro é obrigatório.

Leia mais:  IRRESPONSABILIDADE. Deputado descarta lockdown e diz que ‘quem não morrer de Covid, vai morrer de fome’

Outro produto incluso no rol de fiscalizados é a cadeira plástica, que de acordo com as orientações, deve ter a data de fabricação e tempo de vida útil, além do peso suportado e da classe (uso interno ou externo), tendo em vista que o uso irregular pode causar acidentes.

Consumo Seguro

Caso o consumidor encontre irregularidades, ele deve fazer a denúncia ao Ipem, que encaminhará uma fiscalização ao local. No caso de acidentes de consumo, quando a pessoa tem algum tipo de dano pelo uso do produto, além da denúncia, é preciso o registro do caso no Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo – Sinmac (www.inmetro.gov.br/sinmac).

A agente metrológica e coordenadora da Rede Consumo Seguro e Saúde, Suzianne Cristina Marchioreto, explica que com o registro, é possível montar uma estratégia de trabalho, dando foco nos produtos com maior incidência de reclamações por parte do consumidor.

Marchioreto explica ainda a rotina de uma vistoria, na qual o produto irregular, quando identificado, gera uma notificação ao empresário, que tem um prazo para apresentar as notas fiscais que apontam a origem, seja de importador ou fabricante.

Leia mais:  Bebê diagnosticado com AME está internado na UTI há mais de um mês aguardando remédio mais caro do mundo em MT

Se houve a documentação, o vendedor pode ficar isento de multa, mas é penalizado com a retirada imediata do produto das prateleiras. A profissional enfatiza que toda cadeia é alvo da fiscalização.

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Verde Novo participa do Projeto Multiação no próximo sábado, dia 20

Published

on

O Projeto Verde Novo, que promove ações de conscientização ambiental, plantio e distribuição de mudas na Capital de Mato Grosso, será um dos parceiros do projeto Multiação – realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) no próximo sábado (20 de agosto), no bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá.
 
A população terá acesso a diversos serviços gratuitos como atendimentos médicos, aferição de glicose, agendamento de exames, negociação de débitos e religações pela Energisa, coleta de sangue, corte de cabelo e muito mais.
 
Por parte do Verde Novo, serão distribuídas 500 mudas de árvores nativas e frutíferas do Cerrado, para que a população tenha a oportunidade de colaborar com o processo de arborização urbana de Cuiabá.
 
Os atendimentos do Verde Novo serão realizados das 8h às 12h, na Creche Filantrópica Nina Zaque, localizada no endereço do link a seguir: https://sesi.mt/MultiaçãoJdLiberdade
 
Verde Novo – Um projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pelo Juvam de Cuiabá, desenvolvido em cooperação técnica com o Município de Cuiabá e o Instituto Ação Verde e patrocinado pelo Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas. O projeto Verde Novo também conta com a parceria da TV Centro América e da Energisa, na divulgação.
 
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: foto horizontal colorida de vários caixotes com mudas do Projeto Verde Novo. As caixas estão na parte interior da van do projeto e na frente de cada uma há uma placa com as espécies: bacupari, goiaba e pitomba.
  
Mylena Petrucelli
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia mais:  Foi retomada pela os leilões de veículos apreendidos; 1.044 lotes estarão disponíveis

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Published

on

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  MT recebe 37.440 doses da vacina da Pfizer para a imunização dos grupos prioritários
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana