Mato Grosso

Hotéis venderam mais diárias no ano passado

Publicado em

Os dados do boletim“Turismo em Números” mostram que o setor começa a se estabilizar depois do impacto do pós-copa e da crise econômica. Um dos exemplos está na taxa de ocupação dos hotéis em Cuiabá, que teve uma suave melhoria, representando um avanço em comparação aos dois anos anteriores quando houve redução. Em 2016, a média anual chegou a 53,99% e no ano seguinte, diminuiu para 52,26%. Já no ano passado, a porcentagem se recuperou e alcançou 55,13%.

Para Jefferson Preza, titular da secretaria-adjunta, em 2016 o cenário econômico não era favorável e os estabelecimento foram atingidos pela redução significativa da procura, o que resultou no fechamento de 6 empreendimentos de hospedagem, dos quais dois eram de grande porte. O fato se refletiu nos números de 2017.

Quem optou por reduzir além do sustentável, acabou amargando a falta de dinheiro para honrar com os custos e fechou as portas. Moreno lembra que apesar da queda da média anual, é bom analisar a diferença entre o segundo semestre de 2017 e 2018. Neste período, percebe-se uma leve recuperação monetária de R$182,14 para R$ 184,27. A expectativa é que esta recomposição dos valores continue no fechamento do primeiro semestre de 2019.

Mesmo com aperto de cintos, a empregabilidade conseguiu se manter, principalmente no segmento de alimentação, que segundo os últimos dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), relativos a 2017, empregava 16.786 pessoas. Um número positivo se for levado em consideração que no ano anterior foram 16.088 postos de trabalho. Em segundo lugar no rol de maiores empregadores está o setor de hospedagem, que tem 6.564 funcionários.

Leia mais:  Governo lança licitação para construir mais um hospital regional em Mato Grosso; R$ 117 milhões de investimentos

Mais embarques 

O Aeroporto Marechal Rondon teve um aumento no número de embarques em mais de 49 mil passageiros no ano 2018, o que corresponde a 3,3% positivo em comparação à 2017. Em relação aos desembarques, foram 98.934 passageiros a mais que no ano anterior, aumento de 7%. No fluxo total no aeroporto, houve um aumento de 5,15% entre os dois anos

Turismo em números

O secretário-adjunto de Turismo explica que os números são essenciais para as melhorias no setor, bem como a elaboração de políticas públicas para o fomento das atividades. Ele argumenta que atualmente o trabalho ainda é acanhado porque precisa de investimentos. A proposta é transformar o “Turismo em Números” em um observatório do Turismo, estrutura que é disponível em vários estados.

No observatório, haveria uma equipe para copilar os dados vindos de diversas fontes e a partir daí, elaborar estatística e ofertar conhecimento em forma de indicadores para subsidiar quem atua em atividades relacionadas ao setor. Sendo assim, funcionaria como uma espécie de núcleo de inteligência e pesquisa. “O projeto está incluso no nosso programa de trabalho e por enquanto, ainda aguardamos a liberação de recursos para colocar em prática”.

Atualmente, as estatísticas ficam por conta do analista de Desenvolvimento Econômico e Social Leandro Carvalho de Lima. A base de dados são pesquisas nacionais e informações encaminhadas pela rede hoteleira e órgãos públicos. Lima esclarece que mesmo com todas as limitações, tenta sempre agregar novidades ao trabalho em cada uma das edições, que são semestrais e começaram a ser publicadas em 2015.

Leia mais:  Alunos e professores apostam em limpeza para conscientizar comunidade escolar

Visita a unidades de conservação

No último semestre, foram incluídos os números de visitantes em Chapada dos Guimarães. O dado é do Instituto de Conservação e Biodiversidade Chico Mendes (ICMbio), que fornece ao governo por meio de parceria. Ao todo, foram 179.709 visitantes no ano passado, sendo que o atrativo mais procurado foi o Véu de Noiva (179.709), seguido da Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados (33.869). Em 2017 e 2016, foram 170.884  e 158.365 turistas respectivamente.

Outra inovação, é a inserção dos dados do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) de Cuiabá. O quadro mostra os valores tributáveis e os impostos pagos pelo setor de hospedagem. Ao todo foram comercializados R$ 75 milhões. Deste montante, R$ 2 milhões foram arredados com impostos. Outros R$ 23 milhões foram empregados pelos turistas em agências de turismo, operadores turísticos e organizadores de excursões.

Serviço

Quem estiver interessado em ver os números na íntegra, bem como o retrospecto do trabalho, está disponível no site da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec): www.sedec.mt.gov.br (turismo) ou neste link. A Sedec está localizada na Avenida Getúlio Vargas, 1.077, bairro Goiabeiras, em Cuiabá. Contato ao telefone: (65) 3613-0036.

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Verde Novo participa do Projeto Multiação no próximo sábado, dia 20

Published

on

O Projeto Verde Novo, que promove ações de conscientização ambiental, plantio e distribuição de mudas na Capital de Mato Grosso, será um dos parceiros do projeto Multiação – realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) no próximo sábado (20 de agosto), no bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá.
 
A população terá acesso a diversos serviços gratuitos como atendimentos médicos, aferição de glicose, agendamento de exames, negociação de débitos e religações pela Energisa, coleta de sangue, corte de cabelo e muito mais.
 
Por parte do Verde Novo, serão distribuídas 500 mudas de árvores nativas e frutíferas do Cerrado, para que a população tenha a oportunidade de colaborar com o processo de arborização urbana de Cuiabá.
 
Os atendimentos do Verde Novo serão realizados das 8h às 12h, na Creche Filantrópica Nina Zaque, localizada no endereço do link a seguir: https://sesi.mt/MultiaçãoJdLiberdade
 
Verde Novo – Um projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pelo Juvam de Cuiabá, desenvolvido em cooperação técnica com o Município de Cuiabá e o Instituto Ação Verde e patrocinado pelo Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas. O projeto Verde Novo também conta com a parceria da TV Centro América e da Energisa, na divulgação.
 
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: foto horizontal colorida de vários caixotes com mudas do Projeto Verde Novo. As caixas estão na parte interior da van do projeto e na frente de cada uma há uma placa com as espécies: bacupari, goiaba e pitomba.
  
Mylena Petrucelli
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia mais:  Olimpíadas do Sistema Penitenciário promovem integração das forças de segurança

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Published

on

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  "Ensinar história afro-brasileira é ensinar a história do Brasil", afirma pesquisador
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana