Mato Grosso

Fórum de Mudanças Climáticas debate Programa REM e composição do Conselho Gestor

Publicado em

A Primeira reunião ordinária de 2019 do Fórum Mato-Grossense de Mudanças Climáticas (FMMC) teve como principais pautas a atualização do Programa REM-MT e a composição do Conselho Gestor de REDD+ 2019-2021, já que o biênio atual se encerra em fevereiro/2019.

O secretário executivo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Alex Marega, abriu a reunião, realizada na manhã de terça-feira (26.02), destacando a importância do FMMC. “O Fórum discute políticas públicas para a proteção do clima. As novas instituições e fundações ambientais que estão participando pela primeira vez da reunião são sempre bem-vindas e têm muito a acrescentar nestas ações e debates sobre mudanças climáticas”.

A coordenadora do REM, Ligia Nara Vendramin, apresentou um panorama sobre as atualizações do programa, que recebe recursos para financiamento de projetos vindos da Alemanha e Reino Unido, do banco KFW. O primeiro desembolso, de R$ 60 milhões, foi dividido em duas partes: a primeira em dezembro de 2018 e uma outra prevista para este mês.

Pelo cronograma apresentado, em abril terá início o processo de compras e contratação de serviços, capacitações e editais. Já o segundo desembolso está previsto para dezembro de 2019.

Leia mais:  Baleado em roubo por investigador e preso pela PM suspeito é reconhecido em mais dois assaltos

O programa REM, que começou a ser executado em 2018 e terá duração de quatro anos, visa reduzir as emissões oriundas de desmatamento no Estado e consolidar uma prática de incentivos a serviços ambientais, complementando o Sistema Nacional de REDD+, como mecanismo inspirador e inovador de financiamento de serviços ambientais.

Outras pautas

As salvaguardas de REDD+ – um conjunto de diretrizes que visam potencializar os impactos positivos e diminuir os negativos em um programa ou sistema de REDD+, antecipando riscos no território e estabelecendo medidas para prever, minimizar e mitigar os impactos com uma atenção especial a populações vulneráveis – foi apresentado por Cecilia Simões, pesquisadora do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM).

A Analista de Meio Ambiente, Caroline Chichorro, explicou os objetivos do projeto GCF “Valorizando as Florestas de Mato Grosso”, que tem previsão de ministrar seis capacitações em 2019 relacionadas ao Fórum de Mudanças Climáticas, povos indígenas e populações tradicionais de Mato Grosso. 

A reunião foi finalizada com apresentação do Programa Germinar, conduzida por Tereza Vasconcelos representante da associação Conviver, programa de formação continuada que foi instituído em 2003 e atua em todas as regiões do estado, conscientizando a construção de ambientes sociais saudáveis.

Leia mais:  Em seis dias, PM prende 14 pessoas e recupera 150 galões de defensivos agrícolas roubados em MT

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Verde Novo participa do Projeto Multiação no próximo sábado, dia 20

Published

on

O Projeto Verde Novo, que promove ações de conscientização ambiental, plantio e distribuição de mudas na Capital de Mato Grosso, será um dos parceiros do projeto Multiação – realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) no próximo sábado (20 de agosto), no bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá.
 
A população terá acesso a diversos serviços gratuitos como atendimentos médicos, aferição de glicose, agendamento de exames, negociação de débitos e religações pela Energisa, coleta de sangue, corte de cabelo e muito mais.
 
Por parte do Verde Novo, serão distribuídas 500 mudas de árvores nativas e frutíferas do Cerrado, para que a população tenha a oportunidade de colaborar com o processo de arborização urbana de Cuiabá.
 
Os atendimentos do Verde Novo serão realizados das 8h às 12h, na Creche Filantrópica Nina Zaque, localizada no endereço do link a seguir: https://sesi.mt/MultiaçãoJdLiberdade
 
Verde Novo – Um projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pelo Juvam de Cuiabá, desenvolvido em cooperação técnica com o Município de Cuiabá e o Instituto Ação Verde e patrocinado pelo Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas. O projeto Verde Novo também conta com a parceria da TV Centro América e da Energisa, na divulgação.
 
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: foto horizontal colorida de vários caixotes com mudas do Projeto Verde Novo. As caixas estão na parte interior da van do projeto e na frente de cada uma há uma placa com as espécies: bacupari, goiaba e pitomba.
  
Mylena Petrucelli
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia mais:  PM orienta sobre cuidados no trânsito durante carnaval

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Published

on

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sesp divulga resultado preliminar de seleção para unidade socioeducativa
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana