Mato Grosso

Ex-aluno indígena da Escola Técnica de Barra do Garças passa em 1º lugar no vestibular de Medicina

Publicado em

O jovem indígena Dyakalo Foratu Matipu, 34 anos, sempre teve o sonho de trabalhar com a área da saúde para ajudar a sua aldeia. Ele começou a realizar esse sonho em 2016, quando foi aprovado para fazer o curso técnico de Enfermagem, na Escola Técnica de Barra do Garças na Unidade Remota (UR) em Canarana (823 km a leste de Cuiabá).

Farato, como prefere ser chamado, é da etnia Matipu na região do Alto Xingu. Ele conta que os seus dois avôs eram pajés e seu pai é o Cacique da aldeia. “Desde pequeno fui orientado pelo meu pai a cuidar do meu povo. Quando os agentes de saúde chegavam à aldeia eu pedia para ajudá-los, porque sempre gostei dessa área. Aos poucos consegui a confiança deles e fui aprendendo a lidar com os medicamentos, fazendo os curativos e tratando dos doentes”.

Matipu conta que quando começou o curso técnico em Enfermagem havia 39 estudantes e, dentre eles, três eram indígenas, e que foi difícil se adaptar à outra cultura. “Quando cheguei à escola, foi um baque. Não entendia muita coisa que os professores falavam. Alguns termos eu anotava na aula e depois pesquisava em casa. Porque se você quer aprender, tem de correr atrás”.

Leia mais:  Veterinário morre após ser agredido por colega com quem dividia casa durante briga por limpeza em MT

O jovem indígena explica que dos 39 alunos do curso técnico em enfermagem, somente 14 conseguiram se formar no dia 8 de dezembro do ano passado. Ele e mais um indígena da Etnia Kamayura. Farato relata que durante os dois anos que estudou Enfermagem chegou a passar muitas necessidades, às vezes não tinha nem o que comer, só bebia água para enganar o estômago. “Abandonar o curso era a saída mais fácil que existia. Mas, mesmo perante os obstáculos não desisti. Porque o meu amor pela área da saúde é muito mais forte”.

A diretora da Escola Técnica de Barra do Garças, Kenia Diniz, conta que Farato era muito esforçado e sempre dizia que iria finalizar o curso e que depois tentaria uma vaga para Medicina. “Sei o quanto ele se esforçou para chegar até aqui. Agora ele é um técnico em enfermagem e poderá ajudar sua aldeia muito mais com o conhecimento adquirido”.

Para os colegas do curso, a troca de experiências também foi muito importante. “Trouxe meu conhecimento indígena, meus hábitos alimentares, em contrapartida, me ajudaram a aprender a cultura deles. Acho que essa troca é muito enriquecedora para todos nós. Se você conhece uma cultura, você aprende a respeitá-la”, afirma Farato, exaltando o orgulho por sua origem.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeito de asfixiar, estuprar e matar criança em Sorriso

Na semana passada um grande sonho do jovem indígena se realizou: ele passou no vestibular para Medicina. Desde que foi aprovado em primeiro lugar no curso da Universidade Brasil, a vida tem sido de muita comemoração. Festas com os amigos, com a aldeia indígena e até algumas entrevistas para a imprensa regional animaram o jovem indígena.

Matipu destaca que está muito ansioso para começar a faculdade, já enviou os documentos para matrícula e já faz planos para a mudança, pois a faculdade fica em Fernandópolis, Estado de São Paulo. “Penso que daqui a nove anos devo retornar para minha aldeia, para retribuir a confiança que meu povo me deu. Afinal quero trabalhar em prol da minha aldeia, porque precisamos de profissionais da área da saúde”.

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Verde Novo participa do Projeto Multiação no próximo sábado, dia 20

Published

on

O Projeto Verde Novo, que promove ações de conscientização ambiental, plantio e distribuição de mudas na Capital de Mato Grosso, será um dos parceiros do projeto Multiação – realizado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) no próximo sábado (20 de agosto), no bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá.
 
A população terá acesso a diversos serviços gratuitos como atendimentos médicos, aferição de glicose, agendamento de exames, negociação de débitos e religações pela Energisa, coleta de sangue, corte de cabelo e muito mais.
 
Por parte do Verde Novo, serão distribuídas 500 mudas de árvores nativas e frutíferas do Cerrado, para que a população tenha a oportunidade de colaborar com o processo de arborização urbana de Cuiabá.
 
Os atendimentos do Verde Novo serão realizados das 8h às 12h, na Creche Filantrópica Nina Zaque, localizada no endereço do link a seguir: https://sesi.mt/MultiaçãoJdLiberdade
 
Verde Novo – Um projeto do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pelo Juvam de Cuiabá, desenvolvido em cooperação técnica com o Município de Cuiabá e o Instituto Ação Verde e patrocinado pelo Grupo Petrópolis, responsável pela doação das mudas de árvores nativas e frutíferas. O projeto Verde Novo também conta com a parceria da TV Centro América e da Energisa, na divulgação.
 
 
#Paratodosverem
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual.
Descrição de imagem: foto horizontal colorida de vários caixotes com mudas do Projeto Verde Novo. As caixas estão na parte interior da van do projeto e na frente de cada uma há uma placa com as espécies: bacupari, goiaba e pitomba.
  
Mylena Petrucelli
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Leia mais:  MTI assina parceria com a Oi para fortalecer ações de fiscalização eletrônica no Estado

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Comarca de Alto Taquari está com telefone fixo indisponível

Published

on

A Comarca de Alto Taquari (a 479 km ao sul de Cuiabá) está com indisponibilidade no telefone fixo nesta terça-feira (16 de agosto). De acordo com a Administração do Fórum a concessionária responsável já foi acionada, porém, ainda não há previsão para normalização do problema.
 
Para atendimento estão disponíveis os e-mails abaixo:
 
Vara Única: [email protected]
 
Distribuidor: [email protected]
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Veterinário morre após ser agredido por colega com quem dividia casa durante briga por limpeza em MT
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana