conecte-se conosco


Economia

Dólar cai e encerra em R$ 5,324; Bolsa fecha acima dos 100 mil pontos

Publicado


source

Agência Brasil

dolar
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL

Bolsa fechou no maior nível em quatro meses

Nesta sexta (10), o dólar fechou em R$ 5,324, com recuo de R$ 0,02 (-0,37%). Pela primeira vez em quatro meses, a bolsa de valores fechou acima dos 100 mil pontos. O índice Ibovespa, da B3 (a bolsa de valores brasileira), subiu 0,88% e fechou esta sexta-feira (10) aos 100.031 pontos.

O indicador alcançou o nível mais alto desde 6 de março, cinco dias antes de a Organização Mundial da Saúde decretar a pandemia de Covid-19, quando tinha fechado aos 102 mil pontos. O Ibovespa seguiu a bolsa norte-americana. O índice Dow Jones, da bolsa de Nova York, encerrou esta quarta com alta de 1,44%.

No mercado de câmbio, houve forte volatilidade. O dólar comercial abriu em alta. Na mínima do dia, por volta das 9h40, chegou a ser vendido a R$ 5,38. No início da tarde, reverteu o movimento e passou a cair, até fechar em R$ 5,324, com recuo de R$ 0,02 (-0,37%).

Leia mais:  Entregador que foi alvo de racismo tem emprego novo; veja a história

Há várias semanas, mercados financeiros em todo o planeta atravessam um período de nervosismo por causa da recessão global provocada pelo agravamento da pandemia. Nos últimos dias, os investimentos têm oscilado entre possíveis ganhos com o relaxamento de restrições em vários países da Europa e em regiões dos Estados Unidos e contratempos no combate à doença.

No Brasil, a divulgação da inflação oficial em junho ajudou a segurar o dólar. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu para 0,26% no mês passado, depois de dois meses seguidos de índices negativos. A alta nos preços diminui as pressões para que o Banco Central continue a cortar a taxa Selic (juros básicos da economia), isso reduz a fuga de capitais financeiros do país.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Dívidas: lei permite que pequenas empresas renegociem em 12 anos

Publicado


source
dinheiro
Pixabay/Reprodução

Veja como aderir ao programa e quitar dívidas da sua pequena ou média empresa

A pandemia da Covid-19 fez com que muitas empresas de pequeno e médio porte parassem suas atividades, transformando suas  dívidas em verdeiras bolas de neve. No entanto, empresários podem renegociar suas dívidas com o governo Federal, já que recentemente foi sancionada a Lei Complementar nº 09 de 2020, que permite o refinanciamento.

De acordo com Aguinaldo Balon, da Balon Advogados, a nova lei estende as empresas sob o regime de tributação Simples Nacional. Neste caso, benefícios como descontos podem chegar até 70% sobre multas, juros e encargos, além de prazo de até 145 meses – aproximadamente 12 anos – para pagamento do débito.

Já as empresas maiores poderão ter desconto de até 50% e prazo de até 84 meses para as dívidas. Com a medida, as micros e pequenas empresas passam a ter direito à transação resolutiva de litígios como forma de regularizarem seus débitos com a União.

Leia mais:  Investigação de Guedes por suspeita de fraude é suspensa; entenda

“Essa é uma excelente oportunidade para que as pequenas e médias empresas quitem suas dívidas a longo prazo e ganhem fôlego para uma reestruturação comercial; além de manterem a regularidade fiscal e a capacidade de obtenção de novos créditos no mercado”, afirmou Balon.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

André Brandão tem indicação para comando do BB oficializada pelo Governo

Publicado


source
Governo oficializa indicação de André Brandão para o comando do BB
Marcelo Camargo/Agência Brasi

Governo oficializa indicação de André Brandão para o comando do BB

O governo oficializou a indicação do executivo André Brandão , do HSBC , para a presidência do Banco do Brasil . A informação consta de fato relevante publicado pela instituição nesta sexta-feira, 14.

“O Banco do Brasil comunica que, após comunicação formal, via ofício do Ministério da Economia, desta data, iniciou-se no âmbito do BB os procedimentos de governança necessários à confirmação da elegibilidade do Sr. André Guilherme Brandão para assumir o cargo de presidente da Companhia”, diz o documento.

O rito para a troca do comando do banco estatal prevê que, após o aval do comitê de exigibilidade, a indicação volte ao Planalto. Apenas depois desta etapa, a nomeação pode ser publicada no Diário Oficial da União . Por último, o Banco do Brasil deve informar, em mais um fato relevante, o nome de seu novo presidente.

Leia mais:  Auxílio emergencial deu popularidade a Bolsonaro, diz Mourão

Brandão substituirá Rubem Novaes , que renunciou à presidência em 24 de julho . Naquela data, o BB informou que ele seria desligado em agosto, em data ainda a ser definida.

Comentários Facebook
Continue lendo

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana