Sem categoria

Documentário polêmico faz de Michael Jackson uma figura tóxica na mídia

Publicado em

A HBO Brasil exibirá no sábado (16) e no domingo (17), às 20h, o polêmico documentário sobre os supostos abusos sexuais praticados por Michael Jackson contra menores de idade. “Leaving Neverland”, traduzido para o português “Deixando a Terra do Nunca”, será dividido em duas partes.

Leia também: HBO exibe documentário polêmico sobre Michael Jackson e abusos sexuais em março


Michael Jackson
Divulgação

Michael Jackson


O documentário apresenta testemunhos de Wade Robson e James Safechuck que, quando eram crianças, conquistaram a amizade de Michael Jackson, e, com seus familiares, foram levados ao mundo do artista. 30 anos depois, eles alegaram terem sido abusados pelo cantor quando tinham apenas 7 e 10 anos respectivamente.

Leia também: Acusações contra Michael Jackson, 11 de setembro e polêmicas dominam Sundance

O problema é que antes de alegarem os abusos, os acusadores testemunharam sob juramento que os fatos nunca tinham acontecido e foi essa a justificativa da família do cantor para rebater as acusações contra o artista através de um comunicado oficial.  O espólio do cantor está processando a HBO.

Leia mais:  SpaceX e Space Adventures fecham acordo para levar turistas ao espaço

Desconstrução da carreira de Michael Jackson 10 anos após sua morte


Documentário é prejudicial à memória e à carreira de Michael Jackson
Divulgação

Documentário é prejudicial à memória e à carreira de Michael Jackson




Por conta das novas alegações, alguns fatos estão tomando um caminho de desconstruir a carreira do artista, que morreu em 2009 em decorrência de uma overdose. Na Austrália, no Canadá e na Noca Zelândia, algumas rádios decidiram não tocar músicas de Jackson.

Levando em consideração que os dois rapazes já haviam negado qualquer abuso do cantor, podemos afirmar que simplesmente não tocar mais as músicas do mesmo em suas rádios seja uma atitude exagerada, mas eles não são os únicos.

Os produtores de “Os Simpsons” também tomaram uma decisão radical e optaram por tirar do ar um antigo episódio do desenho animado que traz a voz do artista, A decisão, anunciada à publicação The Wall Street Journal
, também vem no meio a novas polêmicas envolvendo o cantor.

A família do cantor entrou com um processo contra a HBO
para tentar impedir a exibição de ” Leaving Neverland
“. De acordo com a imprensa americana, os advogados dos Jacksons alegam que a emissora quebra um contrato assinado em 1992. Nele, eles prometeram não levar ao ar conteúdos prejudiciais ao artista.

Leia mais:  Federação Internacional de Judô prorroga definição de ranking olímpico

Leia também: Novo chefe da HBO não é fã da ideia de spin-offs de “Game of Thrones

A atitude dos familiares de Michal Jackson
é uma tentativa de não manchar o nome do cantor e de proteger o nome do artista. Por enquanto, a emissora já exibiu a produção nos EUA.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Mulher conserta unha quebrada com miojo e viraliza ao fazer tutorial nas redes
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  5 motivos para você não perder o musical “A Cor Púrpura”

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana