Sem categoria

Com mudanças e blockbusters, Oscar tem aumento de 14,3% na audiência em 2019

Publicado em

Apesar de toda a popularidade do maior e mais importante prêmio do cinema mundial, os anos anteriores ao Oscar 2019 não apresentaram os números esperados quando o assunto foi audiência. No entanto, a tendência parece ter sido interrompida com a  91ª edição.

Leia também: “Roma” garante 1ª vitória do México na categoria de Filme Estrangeiro


Oscar 2019
Reprodução/Twitter

Oscar 2019

Com mudanças na cerimônia
, pela primeira vez, desde 1989, sem show musical ou mestre de cerimônia, o Oscar 2019
mostrou um aumento de 14,3% em relação ao ano passado. As informações são do Deadline
. Vale ressaltar que essa edição também foi mais curta do que o usual pela primeira vez em vários anos, com uma duração de 3h21.

Leia também: Regina King é a sexta negra a vencer o Oscar de Atriz Coadjuvante em 12 anos

2018 registrou a pior audiência da história da premiação de cinema
, com “apenas” 25,5 milhões de telespectadores. Em 2014, por exemplo, cerca de 43,7 milhões de pessoas assistiram ao evento. Embora a audiência tenha elevado em relação ao ano passado, os números devem permanecer baixos, se comparados com os outros anos. O número total de espectadores deste ano ainda não foi divulgado. 

Leia mais:  Idosos com mais de 70 anos fazem filme pornô para mostrar sexo na terceira idade

O Oscar 2019


Equipe e elenco de Green Book recebe o Oscar de Melhor Filme
Reprodução/Twitter

Equipe e elenco de Green Book recebe o Oscar de Melhor Filme

“Green Book: O Guia” foi o grande vencedor da 91ª edição do Oscar, realizada no último domingo (24) no Teatro Dolby, em Los Angeles, EUA. O longa de Peter Farrelly que trata da amizade entre um ítalo-americano bronco e preconceituoso e um músico negro nos EUA dos anos 60, ganhou três estatuetas. Além de Melhor Filme do ano, ficou com os prêmios de Roteiro e Ator Coadjuvante.

O filme que levou o maior número de estatuetas, porém, foi “Bohemian Rhapsody”, o filme que recria a trajetória da banda Queen recebeu quatro Oscars, incluindo Melhor Ator para Rami Malek. 

Em uma edição extremamente pulverizada, outros dois filmes dividiram o protagonismo. “Pantera Negra” e “Roma” também ganharam três estatuetas cada. O longa de Alfonso Cuarón rendeu as primeiras vitórias da Netflix em categorias nobres no Oscar e deu ao México o primeiro triunfo na disputa por Filme Estrangeiro. 

Leia também: “Green Book” é o grande vencedor do Oscar 2019; veja lista dos premiados

Leia mais:  Paolla Oliveira sobre rusga com Juliana Paes: “Não falamos sobre essa questão”

A maior surpresa do Oscar 2019
ficou por conta da vitória da inglesa Olivia Colman entre as atrizes por “A Favorita”. Ela desbancou a favorita Glenn Close (“A Esposa”) e ofertou um dos discursos mais animados – e improvisados – da noite.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Fusão de Disney e Fox deve resultar em quatro mil demissões
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Idosos com mais de 70 anos fazem filme pornô para mostrar sexo na terceira idade

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana