conecte-se conosco


Política MT

Bazar solidário da Assembleia Social será nesta quarta-feira (2) com produtos novos e usados a partir de R$ 2,00

Publicado

Foto: KAREN MALAGOLI / ALMT

Roupas para todas as idades, calçados, acessórios, itens de decoração e brinquedos compõem o leque de opções (novas e usadas) que será colocado à venda, nesta quarta-feira (4), na 9ª edição do Bazar Solidário da Assembleia Social. A ação será realizada das 9h às 15h, no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros (anexo à ALMT), com entrada franca e aberta a toda a sociedade.

A Assembleia Social recebeu doações de peças de diversos parceiros (inclusive lojistas) e disponibilizará, a preços acessíveis, produtos gerais e alguns de diversas marcas, como Farm, Casa Prado, Lelis Blanc, Zara e Aramis.

São centenas de produtos! Apenas a presidente de honra da AL Social, Sônia Meira Botelho, arrecadou e separou 200 itens. “Nós só temos a agradecer este ciclo de solidariedade: quem se sensibiliza a doar, quem se programa e compra, além de usufruirmos do consumo consciente e da renovação das energias”, comenta a diretora Daniella Paula Oliveira.

Toda a arrecadação será revertida para o Hospital Amparo de Rosário Oeste, única unidade hospitalar no município, que atende 99% dos pacientes pelo SUS. O hospital, gerido pela Associação Municipal de Proteção e Assistência de Rosário, recebe repasse financeiro do SUS, mas insuficiente para atender toda a demanda: média de 2400 pacientes por mês.

Leia mais:  Paulo Araújo apresenta indicações para Tangará da Serra

A presidente da associação, Elenir Bernadete Gubert dos Santos, informa que os recursos arrecadados com o 9º Bazar Solidário serão usados para algumas adequações no hospital, como a melhoria do acesso de ambulâncias (pequena reforma na calçada) e aquisição de utensílios de cozinha, para a produção das refeições para pacientes, acompanhantes e funcionários.

“Amamos promover o bazar, há envolvimento de toda a equipe: pedimos doações, separamos os itens aptos à venda, doamos os demais, costuramos botões, lavamos e passamos, etiquetamos… Depois ficamos na torcida para arrecadar o máximo possível. Nós conhecemos o trabalho do Hospital Amparo e a necessidade dele, tomara que a gente ultrapasse a meta. Então, que todos venham aproveitar a oportunidade, são produtos lindos e super em conta”, convida Daniella Paula.

Quem quiser saber mais sobre o bazar pode entrar em contato pelo telefone (65) 3313-6875.

Mais sobre o Hospital Amparo – O Hospital Amparo de Rosário Oeste atende 24 horas por dia e tem serviço de Pronto-Atendimento (PA), de Urgência e Emergência, além de prever internação e promover cirurgias de baixa complexidade, como parto cesáreo, retirada de vesícula, etc. Há também atendimento de clínica médica para homens, mulheres, acompanhamento de gestantes e pediatria.

Leia mais:  Assembleia Legislativa suspende recesso parlamentar

A entidade filantrópica tem 51 anos e surgiu por iniciativa da Igreja Católica. Hoje sobrevive por doações dos benfeitores, por repasses de um convênio com a Prefeitura Municipal de Rosário Oeste e com recursos do SUS. No entanto, atende uma demanda maior do que a estrutura suporta.

SERVIÇO:

Bazar Solidário da Assembleia Social

Entidade filantrópica beneficiada: Hospital Amparo de Rosário Oeste

Data: 04/12/2019, entre 9h e 15h

Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

Entrada franca

Informações: (65) 3313-6875

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Emenda de Lúdio Cabral impede governo de aumentar taxas do Detran todo ano por decreto

Publicado

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) apresentou emenda para impedir o governador de Mato Grosso de aumentar as taxas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) todos os anos por decreto, sem passar por votação na Assembleia Legislativa. O projeto  de lei 1.215/2019, enviado pelo governo, aumenta em até 597% o valor de mais de 100 taxas do Detran.

A emenda de Lúdio, que suprime o artigo 5º do projeto, já recebeu parecer favorável da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária e ainda será votada em plenário. Na justificativa, Lúdio argumenta que o projeto do governo fere a Constituição de Mato Grosso, que estabelece que aumento de tributos só pode ocorrer por lei e não por decreto.

“Todo aumento de taxas precisa ser aprovada pela Assembleia. Não podemos autorizar o governador a aumentar todo ano as taxas do Detran por conta dele. Todo aumento de tributos precisa da avaliação e do crivo da Assembleia, porque a Assembleia tem que avaliar o impacto desses aumentos na vida das pessoas”, afirmou Lúdio.

Leia mais:  CDL de Pontes e Lacerda é declarada de utilidade pública

Além de prever o aumento anual do valor dos serviços do Detran por meio de decreto, o projeto do governo traz aumento de até 597% do valor de diversas taxas, e um reajuste de 31% para dezenas de outras taxas, sob o argumento de repor a inflação dos últimos cinco anos. Entre as taxas que o governo quer aplicar aumento abusivo, está a diária de veículos no pátio do Detran, com aumento previsto entre 364% e 442%, dependendo do tipo de veículo.

“O custo de um carro do pátio do Detran vai ficar R$ 1.950 para 30 dias, e com isso muitos trabalhadores vão perder o veículo porque não vão ter condições de pagar, e o carro vai ficar lá no pátio se acumulando com outros carros no Detran”, alertou Lúdio. 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Botelho lamenta falecimento do professor Benedito Dorileo

Publicado

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) lamentou o falecimento do professor fundador da UFMT, Benedito Pedro Dorileo. Aos 85 anos o advogado, político, professor e especialista em Direito Educacional faleceu no início da tarde desta quinta-feira (12) em Cuiabá.

Dorileo foi também membro emérito da Academia Mato-Grossense de Letras e escreveu diversos livros. Foi membro fundador do Conselho Superior do Ministério Público (CNMP) e alcançou o cargo de procurador de Justiça.

Botelho lembrou que além de lecionar no Colégio Salesiano São Gonçalo, na então Escola Técnica Federal de Mato Grosso, na UFMT, onde viria a se tornar reitor, foi uma das pessoas que mais se dedicou à implantação da instituição federal em Mato Grosso.

“Nesse momento de profundo pesar, deixo expressa a minha solidariedade e peço a Deus que conforte os familiares e amigos”, manifestou-se.
 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Leia mais:  Comissão de Saúde avalia melhorias na gestão do Hospital Regional de Sinop, após retirada de OSS
Continue lendo

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana