Sem categoria

Bárbara Eugênia explora latinidade e espiritualidade no ótimo “Tuda”

Publicado em

Ouvir Perdi, segunda faixa de “Tuda”, quarto disco de Bárbara Eugênia, lançado nesta sexta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, é uma experiência poderosa. Em meio a guitarra e a bateria eletrônica, uma viagem boêmia do disco pop ao tecnopop com uma brasilidade irresistível, característica essa que sempre pautou a obra da cantora.

Leia também: Lady Gaga, Beyoncé e as mulheres mais influentes do Twitter


Álbum de Bárbara Eugênia propõe experiência imersiva na fase de uma cantora sem medo de experimentar e ciosa de seus afetos
Marcos Villas Boas

Álbum de Bárbara Eugênia propõe experiência imersiva na fase de uma cantora sem medo de experimentar e ciosa de seus afetos


Depois de “Journal de Bad” (2010), “É o que Temos” (2013), “Frou Frou” (2015) e um par de álbuns colaborativos, “Tuda” parece ser a soma das partes de  Bárbara Eugênia
. É um trabalho esteticamente vistoso, em que a cantora
explora sonoridades e ritmos sem deixar de se reconhecer na própria arte e ser reconhecível para aqueles que já estão com ela há algum tempo.

Leia também: Programas de TV que valorizam a multiplicidade feminina

Perdi, notavelmente um dos pontos altos do disco, talvez não seja nem mesmo a melhor faixa do disco. Aliás, elegê-la é um exercício difícil. Não estranhe a tentação de mudar de preferida a cada audição, principalmente se o ouvinte tiver um fraco pela sonoridade latina.

Leia mais:  Vestido de noiva é detonado na web: “Calcinha da vovó” e “fralda”

O carimbó caribenho Confusão, por exemplo, tem a participação do DJ Tide, cujas bem-vindas bases eletrônicas rimam com a guitarra do paraense Felipe Cordeiro deixam a música mais convidativa ao corpo e incrivelmente sensual.

Já Bagunça, primeiro single do novo trabalho combina essa latinidade tão em carne viva com a disco music setentista e às batidas pop da década seguinte. O feat com Zeca Baleiro sai faísca e parece daquelas criações possíveis apenas para uma artista experimentada.

O álbum traz ainda a primeira canção em espanhol de Bárbara. Por La Luz y Por Terra tem a participação da banda argentina Onde Vaga e ratifica a percepção de uma artista convicta de sua trajetória e disposta a correr riscos – e eles valem a pena. A faixa Sol de Verano, uma balada charmosíssima composta por Carlos Colla e Luís Alberto Ferri, também é cantada em espanhol.

Leia também: Samba do Congo faz encontro de compositores para incentivar cultura do paulista

Das participações especiais a epopeia musicada, ” Tuda
” é um disco de detalhes sedutores e apresenta uma  Bárbara Eugênia
 envolvente, segura e apaixonante nos afetos memorados e na espiritualidade abarcada por sons tão divagantes e insinuantes. 

Leia mais:  Após polêmica com Loreto, Marina Ruy Barbosa é “ameaçada” por Juliana Paes

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  De terço e bíblia na mão, Luana Piovani alega “ver Deus”
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Elsa e Anna embarcam em nova aventura no trailer de “Frozen II”

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana