Sem categoria

Após recusar pedido de casamento 42 vezes, idosa de 72 anos surpreende parceiro

Publicado em

O britânico Colin Jones, de 74 anos, conheceu Pauline Young, de 72 anos, em 1976 e, desde então, todos os anos ele fazia um pedido de casamento
a ela e a resposta para todas as vezes foi “não”. Mesmo sendo um casal unido e apaixonado, a idosa sempre foi resistente e não queria casar. Entretanto, após 42 pedidos frutados, Colin foi surpreendido por Pauline que resolveu pedi-lo em casamento.

Leia também: Sexo na terceira idade! Os benefícios e os alertas para essa fase da vida


Colin Jones foi surpreendido com um pedido de casamento da parceira Pauline Young
Reprodução/Mirror

Colin Jones foi surpreendido com um pedido de casamento da parceira Pauline Young


De acordo com informações do portal britânico “Metro”, Pauline se aposentou ano passado e chegou à conclusão de que era hora dela fazer o pedido de casamento
. Colin ficou chocado com a novidade: “Eu fiz essa pergunta a ela durante todo esse tempo, então agora era ela que estava me perguntando, eu disse: ‘É claro que sim’. Nós literalmente vivemos e trabalhamos juntos por 43 anos”.

Colin fala que muitas pessoas dizem que estão juntas há anos, mas só se veem pela manhã e à noite após o trabalho, mas ele e Pauline não, o casal sempre esteve junto – inclusive no trabalho. Mesmo sendo tão unidos, o idoso achou nunca ouviria um “quer casar comigo?” da amada, mas ele estava enganado.

Leia mais:  Giovanna Antonelli posta retrospectiva e encanta web

Leia também: Casal de idosos viraliza após marido aprender a fazer maquiagem em esposa

“Eu já tinha desistido e perdido a esperança de nos casarmos, pensei que nunca aconteceria. Foi uma mistura real de emoções, fiquei surpreso e também preocupado”, comenta.

O casamento
aconteceu este ano em uma igreja em Telford, na Inglaterra. O casal fez questão de se vestir de forma impecável para a cerimônia e após dizerem “sim” eles ofereceram um bolo e bebidas para os seus convidados. Pauline, que sofre de uma condição neurológica rara que faz com que os movimentos fiquem mais lentos e causa tremores, precisou entrar na igreja em uma cadeira de rodas.

Pedido de casamento só reforçou o amor do casal


Após o pedido de casamento, o casal realizou uma cerimônia simples em uma igreja na Inglaterra
Reprodução/Metro.co.uk

Após o pedido de casamento, o casal realizou uma cerimônia simples em uma igreja na Inglaterra


Pauline foi diagnosticada com degeneração corticobasal há 14 anos e, na época, o casal decidiu se mudar para uma ilha e viver em um ritmo diferente, mais calmo. Como a condição foi piorando, eles tiveram que tomar a difícil decisão de voltar para a Inglaterra.

Leia mais:  Emprego na construção civil tem melhor resultado em sete anos

A idosa
foi morar com a filha e tinha cuidadores que ficavam com ela, mas isso não foi o suficiente e ela teve ir para uma casa de repouso. O casal, que sempre viveu junto, teve que se separar um pouco, mas Colin visita Pauline frequentemente na casa de repouso.

“Quando nos vimos foi instantâneo, nos apaixonamos. Nós trabalhávamos juntos, porque se conseguíssemos trabalhos diferentes ficaríamos separados, algo que nunca desejamos. Mas eventualmente eu pude ver uma deterioração. Foi muito lento no início, mas começou a se tornar mais perceptível. As outras pessoas não perceberam, mas quando você está muito próximo de alguém, você sabe”, fala Colin.

Leia também: Creche para idosos, centro-dia e asilo: entenda a diferença entre eles

Para ele, receber o pedido de casamento
e poder realizar a cerimônia a essa altura da vida foi uma forma de mostrar a importância desses 43 anos de união que nem uma casa de repouso ou condição física pode separar.

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Sexta-feira (11): Mato Grosso registra 716.962 casos e 14.800 óbitos por Covid-19
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Emprego na construção civil tem melhor resultado em sete anos

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana