conecte-se conosco


Mato Grosso

Alunos de escola estadual disputam desafio mundial de inovação nos EUA

Publicado

Cinco alunos do 2º ano do Curso Técnico de Informática da Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá, foram vencedores da etapa nacional do “Desafio Tack Brasil + Inovation Camp 2019”, festival de inovação, tecnologia e criatividade realizado anualmente pela ID Cultural, uma das empresas de marketing cultural mais renomadas no país. O grupo desenvolveu a plataforma “FEAMM”, com informações sobre turismo voltado a pessoas com deficiência física. Como prêmio, a equipe vai participar da etapa mundial do desafio em Boston (EUA) na Brazilian Conference, marcada para início de abril de 2020.

O evento nos Estados Unidos é organizado por estudantes brasileiros da Harvard University e Massachusetts Institute Technology (MIT), as mais importantes universidades da área em todo o planeta. O resultado foi divulgado em teleconferência no Rio de Janeiro, no último sábado (30) à tarde.

Os alunos Mateus Ferreira da Silva, Enzo Castilho Ventura, Arthur Santiago Figueiredo, Matheus Torres de Brito e Fernando Massao Rother Mizuta, celebraram o resultado.

Para Enzo, no começo da divulgação do resultado, estava animado. Depois de anunciado o trabalho vencedor teve uma sensação inimaginável. “Foi demais. Nem sei o que falar. Só sei que o esforço de todos valeu e valeu muito”, comemora.

A mesma sensação teve o colega Matheus Torres ao ser informado do resultado. “Nossa. Foi demais. Demorou para cair a ficha. Não imaginei que chegaríamos tão longe, construir algo tão grande”, festeja.

“Olha, foi muita gritaria, emoção, muita felicidade, não só pela conquista em si, mas pelo que virá depois, aquilo que nos aguarda. Vamos para uma etapa mundial. E Isso não é pouco”, relata.

Leia mais:  Confira a cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar

O colega deles, Matheus Ferreira explica que não tinha escutado o nome da equipe e que o vencedor era de Mato Grosso. Foram os colegar que o avisaram. “Foi legal porque na hora da apresentação, tinha muita coisa negativa. E vencemos. O Médici é uma escola estadual. Poxa, concorremos com escolas federais e particulares. Somos a única estadual. Isso é demais”, celebra. Como está em construção, o site não está liberado para consulta.       

Início

Arthur relata que teve a ideia ao se lembrar das pessoas que têm dificuldades em se locomover. A partir daí, os colegas acrescentaram mais informações e ao final surgiu a concepção de uma plataforma que, inicialmente, será um site com opções para desenvolver um aplicativo.

“O site mostra o roteiro turístico completo para Pessoas Com Deficiência (PCDs) em cidades de Mato Grosso, inicialmente em Chapada dos Guimarães. Depois trabalhamos Bonito (MS) e Pironópolis (GO) que são locais turísticos que dispõe de acessibilidade”, destaca Enzo Castilho.

A partir da escolha em trabalhar com o tema, os alunos pensaram numa plataforma de busca idêntica ao site “trivago”, que mostra os melhores preços de hotéis em várias operadoras, porém “ voltado para as PCDs, com uma gama enorme de informações. “Nas pesquisas que fizemos, descobrimos que temos 6,7% da população brasileira com algum tipo de deficiência, o que não é pouca gente. E descobrimos também que é um público muito grande que não é atendido”, observa Matheus Torres.

A partir de agora, os alunos vão selecionar outros pontos turísticos do interior do país – focando Mato Grosso – que são poucos conhecidos, mas que tem acessibilidade.

Leia mais:  UFMT entrega planilhas do novo hospital Júlio Muller e Sinfra inicia análises

Conforme a diretora Elina Padilha Fernandes, muito mais que vencer o Desafio Tack Brasil + Inovation Camp 2019, o feito trata-se de uma ação de empreendedorismo. “Os alunos têm muitas ideias, inúmeros planos. O que falta é uma assessoria, é organizar essas ideias. Fiquei muito orgulhosa ao ser informada de que os alunos do nosso colégio venceram um evento nacionalmente. Nossa, foi demais”, explica.

Etapas percorridas

Para chegar à fase final, os alunos iniciaram uma longa caminhada. A primeira etapa foi a participação na Feira do Conhecimento na própria escola. A Secretaria de Estado de Ciências e Tecnologia e Inovação (Seciteci) gostou dos trabalhos e sugeriu que fossem fazer um curso com a empresa Junior Achievement, uma organização de referência mundial em empreendedorismo.

“A Júnior nos forneceu 50 vagas para um curso intensivo de 12 horas no Pantanal Shopping. A equipe FEAMM saiu na frente e foi vencedora do desafio Tack Brasil, etapa local. A partir daí, foram mais duas etapas: regional Centro-Oeste e a Nacional. Foram só vitórias”, assinala a professora Alexandra Mazei Silva, que fez a ligação entre os alunos e a empresa Júnior.

De acordo com o professor de informática da EE Presidente Médici, Benedito Ribeiro, o evento em Boston será de dois dias de apresentação e cinco ou mais de eventos como palestras e outras atrações.

“Até lá, o grupo vai aperfeiçoar a plataforma e também fazer um intensivão de língua inglesa, como o evento é de brasileiros, em alguns momentos vão falar em nossa língua materna”, frisa.     

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Secel reúne profissionais da música para pensar políticas públicas ao setor

Publicado

O Palácio da Instrução, em Cuiabá, receberá nesta quinta-feira (19.12) mais um evento voltado ao mercado da música, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). O ‘Seminário Afinados’ faz parte de uma decisão institucional de criar, em conjunto com os profissionais do setor, um plano setorial para o desenvolvimento da cadeia da música em Mato Grosso.

O evento começará às 15h, e a participação é gratuita. Porém, é preciso fazer inscrição prévia. “Além de propiciar que os profissionais estabeleçam uma rede de contatos e compartilhem conhecimentos, o seminário busca essencialmente criar um ambiente para que o mercado da música seja discutido de forma a pensar em soluções para atender as demandas e sanar gargalos na cadeia. É o início de um debate que subsidiará a elaboração do Plano Setorial da Música de Mato Grosso e, consequentemente, as políticas públicas voltadas ao setor”, destaca a superintendente de Economia Criativa da Secel, Keiko Okamura.

Keiko ressalta a importância do plano setorial, principalmente, para impulsionar esse segmento que possui tantos profissionais atuando no Estado. “Temos uma grande diversidade musical e somos reconhecidos pelo trabalho de artistas com projeção nacional e até mesmo internacional. Além da música ser um setor com representatividade na economia criativa mundial, ela dialoga e integra outros segmentos como o cinema, o teatro, a TV, gerando renda e empregos para milhares de pessoas”.

Leia mais:  Confira a cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar

Voltado para músicos, compositores, produtores, empresários, técnicos, professores de música, arte educadores e demais profissionais envolvidos no setor produtivo, o Seminário contará com dois painéis, sendo um deles conduzido por dois nomes reconhecidos no meio criativo: André Lira e Cláudio Nascimento, que irão abordar o mercado da música.

O outro painel será sobre legislação, que será conduzido pelo presidente da Ordem dos Músicos do Brasil de Mato Grosso, Jhonny Everson, e pela presidente da Associação dos Artistas, Músicos, Produtores e Compositores de Mato Grosso, Clair Veloso.

O primeiro evento voltado ao mercado da música promovido pela Secel foi uma roda de conversa, no mês passado, na qual foi diagnosticada a necessidade de realização de um seminário para reunir, capacitar e promover o debate entre os profissionais.

Roda de Conversa ‘Negócios criativos, cultura e inovação’

Aproveitando o conhecimento e experiência dos consultores em Economia Criativa, André Lira e Cláudio Nascimento, que estarão em Cuiabá para o evento Afinados, a Secel irá promover uma roda de conversa, no mesmo dia, 19 de dezembro. Também no Palácio da Instrução, mas às 19h.

Leia mais:  Secretário se reúne com diretor-geral da RNP para discutir expansão da rede no Estado

A roda de conversa ‘Negócios criativos, cultura e inovação’ é voltada a todos os artistas, produtores culturais e empreendedores criativos que estejam a fim de trocar conhecimentos e experiências sobre o tema do encontro. As inscrições são gratuitas, mas também é preciso fazer inscrição antecipadamente.

Serviço:

Afinados – Seminário ‘O Mercado da Música em Mato Grosso’, às 15h.

Roda de Conversa sobre negócios criativos, cultura e inovação, às 19h.

Data: 19/12

Local: Palácio da Instrução – rua Antônio Maria, 151, Centro de Cuiabá. 

Inscrições: Gratuitas pelo link: https://www.sympla.com.br/matogrossocriativo

Informações: Superintendência de Economia Criativa da Secel – (65) 3613-0240

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Seduc promove seminário formativo para profissionais das escolas de ensino médio integrado

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promove nos dias 16 a 18 de dezembro o Seminário Formativo: Ensino Médio Integrado à Educação Profissional de Mato Grosso. Os três dias de evento ocorrerão no Hotel Fazenda Mato Grosso, com a solenidade de abertura realizada na quarta-feira (16.12), às 9h.

O objetivo do seminário é subsidiar os professores e coordenadores pedagógicos que atuam nas escolas de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (Emiep) em conhecimentos teóricos, metodológico e de políticas públicas com foco na integração curricular, buscando a melhoria da qualidade da educação.

Participam da formação cerca de 400 profissionais da educação, entre coordenadores pedagógicos e professores (de linguagens, matemática, ciências da natureza e humanas e base técnica) das Escolas Estaduais de Emiep, profissionais dos Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapros), assessorias pedagógicas e técnicos da Seduc e da Secretaria de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

Emiep

O Emiep é uma modalidade oferecida de modo a atender às necessidades de educação profissional com vistas à inclusão social, com foco nas especificidades de cada região, das escolas e dos alunos, abrangendo as áreas de formação a partir das demandas das práxis social e produtiva.

Leia mais:  Confira a cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar

Tal modalidade visa articular os conhecimentos gerais básicos e os relativos à formação profissional, de forma a oportunizar a participação autônoma, o exercício da cidadania e o trabalho, compreendendo os alunos como sujeitos individual e coletivo capaz de usar o conhecimento para transformar a realidade.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana