Sem categoria

Agências bancárias não funcionam durante o Carnaval; confira programação

Publicado em


Agências bancárias não funcionarão durante o Carnaval, e só voltam ao meio-dia na quarta-feira de cinzas
Tomaz Silva/Agência Brasil

Agências bancárias não funcionarão durante o Carnaval, e só voltam ao meio-dia na quarta-feira de cinzas

As agências bancárias não funcionarão durante o feriado prolongado de Carnaval, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Com isso, hoje (1ª) é o último dia para realizar operações presenciais que só podem ser efetuadas diretamente no caixa.

Leia: Bolsonaro indica que pode baixar para 60 anos idade para mulheres se aposentarem

De acordo com a Febraban, as agências bancárias
sofrerão alteração de programação na segunda-feira (4), na terça-feira (5) e na quarta-feira de cinzas (6). Enquanto nos dois primeiros dias elas estarão fechadas, na Quarta-feira de Cinzas o horário será reduzido: início das atividades somente ao meio-dia. No Rio de Janeiro, no entanto, há uma exceção. Em função da Lei nº 8217 que estabelece feriado estadual, não há expediente em 6 de março.

A entidade bancária lembra que a população pode utilizar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas. Além disso, os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos
, no internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via Débito Direto Autorizado (DDA).

Leia mais:  Melhor amigo de Gugu lamenta morte: “Não tenho forças para ir no seu funeral”

As contas de consumo, como as de água, energia e telefone, além de carnês com vencimento nos dias 4 ou 5 de março poderão ser pagas, sem acréscimo, na quarta-feira (6). Normalmente, os tributos vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão é antecipar o pagamento.

Leia também: Vai para a praia no Carnaval? Veja os melhores horários para fugir do trânsito

O que abre e o que fecha em São Paulo além das agências bancárias


Transporte público, hospitais estaduais, agências bancárias e outros serviços terão programação especial no Carnaval
Reprodução/CET

Transporte público, hospitais estaduais, agências bancárias e outros serviços terão programação especial no Carnaval

O feriado prolongado de Carnaval
, que começa neste sábado (2) e vai até a quarta-feira (6), deixa muitos paulistas em dúvida sobre o que funcionará na capital durante os dias de folia. Tanto aqueles que ficarão em São Paulo quanto aqueles que planejam pegar as estradas precisam estar atentos aos horários de funcionamento de bancos, shoppings, Metrô, entre outros.

Além das agências bancárias
, sofrerão alteração de horário uma série de serviços, como transporte público, hospitais estaduais, postos pró-sangue, Detran, Poupatempo, Procon e os shoppings. Além disso, o rodízio municipal para veículos leves e pesados será suspenso entre segunda (4) e quarta-feira (6). Na terça-feira, estará liberada a circulação de veículos de passeio e táxis em corredores e faixas exclusivas de ônibus à esquerda e à direita. Confira aqui toda a programação detalhada para São Paulo
.

Leia mais:  MPs trabalhistas mantiveram mais de 1 milhão de empregos

Comentários Facebook
Advertisement

Política VG

Vereador/VG se “despede” de entidade; sai a Federal e mira votação histórica de Curvo

Published

on

Pré-candidato à Câmara Federal pelo PSB, o Vereador por Várzea Grande, Bruno Lins Rios se licenciou da UCMMAT (União das Câmaras de Mato Grosso), para alçar vôo  mais alto. Empossado na entidade em 2021, Rios terá pela frente dois adversários de peso no partido, sendo a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Morais e o Deputado Estadual, Alan Kardec. O vereador poderá se engajar exclusivamente como representante de Várzea Grande, já que outro pretendente ao mesmo cargo, o Vereador Rogerinho Dakar (PSDB), vê sua sigla “derretendo”. A idéia de Bruno é “bombar” na cidade industrial, para isso vêm se cacifando financeiramente e logicamente formar dobradinhas, dentre as metas, uma delas é aproximar da histórica votação em 2006 do ex-vereador Chico Curvo, batendo 37 mil votos.

 

 

fonte Oempallador

Comentários Facebook
Leia mais:  Começa nesta sexta a Semana do Brasil, espécie de ‘Black Friday verde-amarela’
Continue Reading

Sem categoria

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Published

on


source
Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.03.2022

Datafolha: 55% dizem que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum

Dentre os pré-candidatos ao Palácio do Planalto,  o presidente Jair Bolsonaro é o que apresenta o maior índice de rejeição, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele de jeito nenhum. O desempenho é melhor que o apresentado na última pesquisa do instituto, quando essa porcentagem chegou a 60%. As duas pesquisas, contudo, não são diretamente comparáveis, já que houve mudanças na lista de candidatos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é quem ocupa a segunda colocação no ranking, com rejeição de 37%. Na sequência, vêm o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 30%; o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 26%; e o ex-governador Ciro Gomes (PDT), que registrou 23% no índice.

Em um segundo bloco, com números menores, estão o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB), com 14%; Vera Lúcia (PSTU), que registrou 13% de rejeição; Simone Tebet (MDB) e Leonardo Péricles (UP), ambos com 12%; e Felipe D’Ávila (Novo), que marcou 11%.

Leia mais:  Criança faz graça com peixe e rouba a cena em foto com os irmãos

Leite, que perdeu nas prévias do PSDB para o governador João Doria, avalia um convite do PSD para concorrer à Presidência, além da possibilidade de concorrer pelo próprio PSDB no lugar de Doria — hipótese estimulada por aliados.

Leia Também

A baixa rejeição a nomes do segundo bloco, no entanto, passa também pelo grau de conhecimento desses pré-candidatos entre os eleitores. Lula é o mais conhecido pelos entrevistados: 99% disseram saber quem ele é. O presidente Jair Bolsonaro tem índice de 98%, enquanto 90% afirmaram conhecer Sergio Moro. Ciro Gomes tem 89% de conhecimento e Doria, 80%.

Dos entrevistados, 42% dizem conhecer o governador Eduardo Leite, 31% conhecem Vera Lúcia e 30%, Felipe D’Ávila. A senadora Simone Tebet registra índice de 28%, enquanto Leonardo Péricles tem 20% de conhecimento.

O Datafolha ouviu 2.556 eleitores em 181 municípios de todo o país entre terça e quarta-feira desta semana. A pesquisada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08967/2022. O nível de confiança do levantamento – isto é, a probabilidade de que ele reproduza o cenário atual, considerando a margem de erro – é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
Continue Reading

Parque Berneck – Várzea Grande

Política MT

Mato Grosso

Policial

Política Nacional

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana